Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.1/1330
Título: Oral ballads as national literature: the reconstruction of two norwegian ballads
Autor: Espeland, Velle
Data: 2000
Editora: Centro de Estudos Ataíde Oliveira
Resumo: No passado muitos folcloristas estavam, igualmente interessados em política cultural. A recolha, a publicação e a pesquisa em cultura popular estavam claramente direccionadas para a construção e suporte duma identidade nacional. Foi assim que a Idade Média se tornou instrumental para a política cultural contemporânea mais do que como objecto de pesquisa histórica. Moltke Moe, o primeiro professor de folclorística e da linguagem das cantigas populares na Noruega, é considerado o pai da investigação folclorística neste país. Devotou muito do seu tempo à reconstrução das baladas populares norueguesas. São analisadas neste artigo duas das suas reconstruções (A visão do sonho de Olav Àsteson e a Batalha de Roncesvales). Ambas as reconstruções tornaram-se parte do nosso património cultural. Embora as suas reconstruções tenham o selo da autoridade profissional, ele acaba por ser muito mais um poeta de que um cientista. Rearranjou a história, criou novas palavras e até construiu do nada estrofes inteiras. O seu objectivo era que estas baladas estabelecessem uma ligação entre a Idade Média e o seu tempo, para que os noruegueses se orgulhassem do seu património.
Peer review: no
URI: http://hdl.handle.net/10400.1/1330
Aparece nas colecções:ELO-N06

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
6_Velle_Espelan19.pdf331,56 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.