Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.1/1520
Título: A aprendizagem do inglês na idade adulta: percepções de especialistas, formadores e formandos
Autor: Serronha, Maria Madalena Bernardo
Orientador: Espírito Santo, José António Reis do
Palavras-chave: Educação e formação de adultos
Aprendizagem/ensino do inglês
Quadro europeu comum de referência para as línguas
Data de Defesa: 2010
Resumo: Enquadrado no âmbito da Educação e Formação de Adultos, o presente trabalho fundamenta-se teoricamente em estudos sobre o desenvolvimento da linguagem e a aprendizagem de uma segunda língua, estudos estes que são, na sua maioria realizados por investigadores não-portugueses. Trata-se de uma área de estudo em que existem várias linhas de pensamento, frequentemente teóricas e pouco testadas, e que não reúne consenso ao nível dos investigadores, pelo que a escolha dos vários métodos depende mais da sensibilidade e crença de cada um que da efectiva demonstração de resultados. Trata-se de um estudo de carácter descritivo, adoptando uma abordagem quali-quantitativa, através do qual se pretendeu, ao nível empírico, recolher informação sobre as percepções que os formandos de Inglês da zona do Alentejo Litoral têm do seu processo de aprendizagem, assim como sobre as percepções dos formadores de Inglês e especialistas da área, à luz das teorias seleccionadas relativas aos processos de aprendizagem de uma segunda língua, de modo a aumentar o conhecimento desta realidade em Portugal e contribuir para a reflexão e elaboração de novos estudos nesta área. Verificou-se que, no que respeita aos formandos de Língua Inglesa, temos dois grandes grupos: aqueles que têm uma maior capacidade de reflexão e, consequentemente, intervenção na sua aprendizagem e aqueles que, não evidenciando essa capacidade, acabam por ter uma atitude menos positiva e produtiva. No que respeita aos formadores, existe uma maior uniformização de opiniões, sendo a formação de adultos vista positivamente mas existindo particularidades deste processo que não estão, ainda, compreendidas e aceites pelos mesmos. iii Relativamente aos especialistas, verifica-se que este tipo de questão parece continuar a não ser uma prioridade em investigação, o que leva Portugal a depender de investigadores estrangeiros, desconhecedores da nossa realidade.
Descrição: Dissertação de mest., Ciências da Educação (Educação e Formação de Adultos). Faculdade de Ciências Humanas e Sociais, Univ. do Algarve, 2010
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.1/1520
Designação: mestrado em Ciências da Educação. Educação e Formação de Adultos
Aparece nas colecções:UA01-Teses

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
A Aprendizagem do Inglês na Idade Adulta.pdf1,83 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.