Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.1/1557
Título: Influência do comportamento vocal no sucesso reprodutor do xarroco lusitano Halobatracus didactylus (Bloch & Schneider, 1801)
Autor: Carriço, Rita Andreia Oliveira
Orientador: Fonseca, Paulo
Amorim, Maria Clara
Power, Deborah
Palavras-chave: Comunicação acústica
Vocalizações de corte (sirenes)
Xarroco Lusitano
Halobatrachus didactylus
Batrachoididae
Sucesso reprodutor
Data de Defesa: 2011
Resumo: As espécies da família Batrachoididae têm sido bons modelos de estudo nas áreas da comunicação, neurofisiologia e endocrinologia. O xarroco Lusitano é uma espécie com um repertório acústico particularmente elaborado para peixes. Os machos desta espécie emitem vocalizações de corte (as sirenes) para atrair as fêmeas para o acasalamento, permanecendo depois o macho no ninho a cuidar dos ovos até aos juvenis possuírem vida livre. Neste trabalho pretendeu-se avaliar se os machos com maior actividade vocal têm melhor qualidade (avaliado através de índices morfométricos e níveis de androgénios) e maior sucesso reprodutor, sendo este avaliado através do número de ovos de cada postura. Pretendeu-se ainda, num segundo estudo, compreender a contribuição do tamanho dos machos e da área dos ninhos ocupados para o seu sucesso reprodutor. O registo da actividade acústica foi efectuado através de hidrofones colocados em frente de 7 abrigos ocupados pelos machos experimentais, tendo sido realizadas gravações de 6 horas diárias durante os meses de Maio a Julho de 2010. No final dos cerca de 15 dias de gravação realizados por macho, foram recolhidas amostras de sangue para análises hormonais (Testosterona e 11-Cetotestosterona). Paralelamente foram também colocados 87 abrigos artificiais numa zona intertidal do estuário do Tejo. Todos os ninhos foram verificados quinzenalmente e foi registada a ocupação (número de machos e fêmeas), dimensões dos indivíduos (comprimento total e standard), área do ninho, e presença de posturas, tendo-se tirado a respectiva fotografia quando existia. Os resultados vieram indicar a existência de correlações significativas entre o número de ovos e a taxa de canto, o esforço vocal e a condição física. No entanto, uma análise de regressão mostrou que apenas a taxa de canto revelou ser um bom preditor do número de ovos, explicando cerca de 77% da variabilidade. Para a taxa de canto e esforço vocal foram observados valores superiores para machos com posturas. Contrariamente, valores de peso eviscerado e condição física registaram-se superiores em machos sem ovos. Através deste estudo foi também possível concluir que o sucesso reprodutor se encontrava correlacionado com a área do ninho e com o tamanho do macho, mas só a área do ninho foi um bom preditor (explicando 60% da variabilidade) do tamanho da postura obtida. Deste modo, estes resultados demonstram pela primeira vez que o comportamento vocal é o factor mais importante para o sucesso reprodutor de um peixe.
Descrição: Dissertação de mest., Biologia Marinha (Ecologia e Conservação Marinha), Faculdade de Ciências e Tecnologia, Univ. do Algarve, 2011
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.1/1557
Designação: Mestrado em Biologia Marinha. Ecologia e Conservação Marinha
Aparece nas colecções:UA01-Teses

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese_Versão_Final.1pdf.pdf1,46 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.