Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.1/1642
Título: Reproduction, age and growth of four coastal fish species in the NE Atlantic
Autor: Costa, Ana Rita de Sousa Gonçalves
Orientador: Erzini, Karim
Santos, Ricardo Serrão
Morato, Telmo
Palavras-chave: Coris julis
Labrus bergylta
Scorpaena maderensis
Scorpaena notata
Crescimento
Reprodução
Data de Defesa: 2007
Resumo: O Arquipélago dos Açores é o grupo de ilhas mais remoto e isolado do Atlântico Norte. Devido às suas condições insulares e posição biogeográfica, as populações de peixes dos Açores encontram-se sobre pressões ambientais diferentes das populações continentais. Aspectos básicos da biologia de quatro espécies de peixes comuns nas zonas costeiras do Arquipélago dos Açores são descritas no presente estudo. Dois labrídeos - Coris julis e Labrus bergylta, e dois scorpaenídeos - Scorpaena maderensis e Scorpaena notata, foram estudados quanto à sua reprodução, estrutura populacional e idade e crescimento. OS resultados encontrados para as populações açoreanas foram comparados com a informação publicada existente para estas espécies no Atlântico Nordeste e no Mediterrâneo. O padrão reprodutivo de C. julis envolve hermafroditismo protogínico diandrico, da mesma forma que foi descrito para várias populações mediterrânicas. Não foi encontrada uma distinção clara a nível de aspectos biológicos entre populações insulares e continentais, sugerindo que as condições ecológicas de cada local parecem ser os principais factores que determinam a estratégia reprodutiva de cada população. L. bergylta apresenta um padrão reprodutivo consistente com protogenia monandrica. Com uma estrutura populacional em que poucos machos grandes dominam haréns de fêmeas, é uma espécie vulnerável a pressão de pesca, pois a remoção dos maiores indivíduos levará a um declínio abrupto da sua capacidade reprodutiva. O período reprodutor é determinado pela temperatura da água, ocorrendo quando esta atinge cerca de 16ºC. A idade, crescimento e reprodução das populações açoreanas de S. maderensis e S. notata apresentam fortes indícios de dimorfismo sexual. Foram ainda encontradas diferenças entre as populações dos Açores e do Mediterrâneo destas duas espécies a nível de proporções entre sexos e tamanhos e idades máximas.
Descrição: Dissertação de mest., Estudos Marinhos e Costeiros, Faculdade de Ciências do Mar e do Ambiente, Universidade do Algarve, 2007
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.1/1642
Designação: Mestrado em Estudos Marinhos e Costeiros
Aparece nas colecções:UA01-Teses

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese mestrado-final.pdf871,44 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.