Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.1/1669
Título: Análise de riscos geomorfológicos na região de Bobonaro, Timor-Leste
Autor: Martins, Benjamim de Oliveira Hopffer Rêgo Silveira
Orientador: Moura, Delminda
Lisboa, Vitor
Palavras-chave: Bobonaro
Geomorfologia
Movimentos de vertente
Susceptibilidade
Vulnerabilidade
Risco
SIG (Sistemas de Informação Geográfica)
SMCE (Spatial
Multi Criteria Evaluation)
AHP (Analysis Hierarchy Process)
Gestão do território
Data de Defesa: 2011
Resumo: Timor-Leste actualmente é considerado como um exemplo extremo de deficiências de capacidade de adaptação às alterações climáticas. O clima é um dos factores influentes na frequência e na magnitude dos movimentos de vertentes. Os movimentos de vertente representam um risco significativo para a vida, subsistência, propriedade, infra-estruturas e recursos em muitas partes do mundo. A região de Bobonaro situa-se numa área onde aflora a Formação Bobonaro Scaly Clay, essencialmente constituída por argilas mal consolidadas e uma mistura de litoclastos muito heterogénea e heterométrica onde se incluem blocos de grandes dimensões. A paisagem correspondente a esta formação geológica regista marcas de importantes movimentos de vertente, resultado da interacção entre as rochas argilosas e a precipitação, como parte do processo dinâmico e estrutural na modelação da superfície terrestre. A compreensão da Geomorfologia de uma dada região é factor de sucesso em várias actividades humanas, como são exemplos a pesquisa de recursos minerais e o ordenamento do território. A gestão dos recursos naturais só tem sentido num quadro geomorfológico bem conhecido. A ocupação humana da superfície do planeta conduziu ao conceito de risco geomorfológico, envolvendo todos os fenómenos de superfície capazes de perturbar, de modo mais ou menos dramático, a vida e as actividades das populações. É nosso objectivo que o presente trabalho, possa contribuir para a caracterização da geomorfologia da região de Bobonaro face aos desastres naturais, com especial atenção, para a identificação dos factores geomorfológicos e ambientais que contribuem para a ocorrência de movimentos de vertente. Como resultado do presente estudo, em primeiro lugar, serão apresentados mapas onde são identificadas as áreas de susceptibilidade e de risco à ocorrência de movimentos de vertente, de utilidade para o planeamento e o ordenamento da região de Bobonaro, em segundo lugar, será feita a caracterização dos tipos de movimentos de vertente e por último serão sugeridas medidas de ordenamento territorial com base nos resultados do presente trabalho. Dada a limitação dos dados disponíveis, optou-se por uma abordagem semiquantitativa para a avaliação de risco de movimentos de vertente, que é considerada útil nas seguintes condições: (i) como um processo inicial de identificação de perigos e riscos; (ii) quando o nível de risco (pré-assumido) não justifique o tempo e o esforço; (iii) ou quando a possibilidade de obtenção de dados numéricos é limitada. Para a implementação do modelo semi-quantitativo, recorreu-se à utilização do módulo Spatial Analysis Tools do software ArcGIS 9.3 com base na avaliação espacial multi-critério, ou seja, SMCE (Spatial Multi Criteria Evaluation) em ambiente de SIG. O fundamento teórico para a avaliação multi-critério baseia-se na técnica de suporte à decisão AHP (Analysis Hierarchy Process) que permite determinar um conjunto óptimo de pesos dos factores que condicionam os movimentos de vertente utilizados para a combinação dos diferentes mapas. As áreas que se localizam nas formações de Wailuli e Bobonaro Scaly Clay revelam ser as de susceptibilidade “muito elevada” a ocorrência de movimentos de vertente porque expõem essencialmente de xistos argilosos e argilas com esmectite e com declives superiores a 12º.
Descrição: Dissertação de mest., Geomática (Análises de Sistemas Ambientais), Faculdade de Ciências e Tecnologia, Univ. do Algarve, 2011
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.1/1669
Designação: Mestrado em Geomática. Análises de Sistemas Ambientais
Aparece nas colecções:UA01-Teses

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese_Benjamim_38343_UAlg_Faro_2011.pdf12,92 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.