Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.1/1693
Título: O impacto da experiência de estágio no desenvolvimento vocacional de alunos dos cursos tecnològicos e profissionais do ensino secundário
Autor: Gamboa, Vitor
Orientador: Paixão, Maria Paula
Jesus, Saul Neves de
Palavras-chave: Ensino secundário profissionalizante
Qualidade da experiência de trabalho
Data de Defesa: 2011
Resumo: A aprendizagem em contexto real de trabalho constitui uma importante componente da formação dos alunos dos cursos Tecnológicos e Profissionais. No que se refere ao efeito deste tipo de experiências no desenvolvimento vocacional, os resultados da investigação não são muito conclusivos, tendo em consideração a expectativa teórica de que a experiência de trabalho afecta claramente o desenvolvimento vocacional dos adolescentes (e.g., Dawis, 2002, 2005; Lent, Brown & Hackett, 1994; Mitchell & Krumboltz, 1996; Savickas, 2005; Super, 1957; Super, Savickas & Super, 1996; Vondracek, Lerner & Schulenberg, 1986). No corolário desta observação, surge o principal objectivo deste estudo – esclarecer a relação entre as diferentes qualidades do estágio curricular e o desenvolvimento vocacional dos alunos dos cursos Tecnológicos e Profissionais. Recorrendo a um desenho longitudinal (pré e pós – estágio), realizámos um estudo (N=346) que explora a relação entre as qualidades percebidas do estágio (Inventário Qualidade do Estágio - autonomia, feedback dos colegas, suporte social, variedade de tarefas, oportunidades de aprendizagem, clareza das instruções, treino, feedback do supervisor e suporte do supervisor) e os processos de exploração (CES – Stumpf et al., 1983; adapt. Taveira, 1997), tomada de decisão (CDS– Osipow, Carney, Winer, Yanico & Koschier, 1976; adapt. Silva, 1997) e compromisso de carreira (CCCS Blustein, Ellis & Devenis, 1987; adapt. Silva, 1997). Os resultados obtidos sugerem a relevância da qualidade da experiência de trabalho no desenvolvimento vocacional dos alunos, sobretudo no âmbito do processo de exploração. A organização dos alunos em quatro perfis vocacionais distintos, por sua vez, tornou mais expressivo o efeito da interacção entre as diferentes qualidades do estágio e as variáveis psicológicas vocacionais. Os resultados encontrados reforçam ainda a importância dos objectivos ou planos de carreira, uma vez que os mesmos parecem ter um efeito diferenciador no modo como a qualidade do estágio interage com o desenvolvimento vocacional dos alunos. Por último, são discutidas as implicações destes resultados para a intervenção vocacional e para as futuras investigações a realizar neste domínio.
Descrição: Tese de dout., Psicologia (Psicologia da Educação), Faculdade de Ciências Humanas e Sociais, Univ. do Algarve, 2011
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.1/1693
Designação: Doutoramento em Psicologia. Psicologia da Educação
Aparece nas colecções:UA01-Teses

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
O IMPACTO DA EXPERIÊNCIA DE ESTÁGIO NO DESENVOLVIMENTO V (1).pdf7,75 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.