Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.1/1730
Título: Diminuição do pico de cheia na rede de drenagem de águas pluviais através do sistema de aproveitamento de água da chuva
Autor: Pomares, Rui Miguel Cândido
Orientador: Dill, Amélia Maria Mello de Carvalho
Palavras-chave: Água
Águas pluviais
Qualidade de água
Reutilização da água
Data de Defesa: 2010
Resumo: A água tem-se tornado um recurso da maior importância, devido não só ao crescimento demográfico, mas fundamentalmente, ao desenvolvimento económico e ao nosso estilo de vida. A água potável é hoje um recurso a preservar que de bem comunitário e patrimonial, se transformou ao longo das últimas décadas num bem económico. De acordo com as previsões do World Water Council, 23 países estarão a enfrentar uma escassez absoluta de água no ano de 2025 e entre 46 e 52 países (totalizando cerca de 3.000 milhões de pessoas), poderão sofrer de stress hídrico nessa data(Afonso S., 2008). Com base nestas previsões e no aumento da consciencialização ambiental, a eficiência hídrica é baseada no conceito dos 4R, em produtos e nos edifícios, estando na Redução de Consumo, Reutilização da Água, sua Reciclagem e procura do Recurso a origens alternativas. O aproveitamento de água da chuva é uma das fontes alternativas para combater a escassez da água. Esta alternativa está ganhando notoriedade, através do aparecimento dos Sistemas de Aproveitamento de Água da Chuva, que procuram reutilizar a água da chuva para fins diversos, o que de outra forma a mesma iria ser direccionada directamente para colectores de drenagem de águas pluviais, ou para as linhas de água, reduzindo assim o consumo de água potável nos edifícios. Existe contudo cuidados que precisam de ser tidos para que água utilizada por estes sistemas cumpra parâmetros de qualidade de modo a que não ocorram riscos na sua utilização. O uso dos sistemas de aproveitamento de água da chuva em Portugal ainda é diminuto, mas já existem alguns casos da sua aplicabilidade com sucesso. Porém tem que haver o cuidado no dimensionamento destes sistemas uma vez que o regime pluviométrico não é uniforme em todo o País. A dissertação realizada aborda os vários temas relacionados com os sistemas de aproveitamento de água da chuva, hidrologia, componentes dos sistemas de aproveitamento de água da chuva, parâmetros de qualidade de água, todavia o estudo incide sobre o fenómeno na diminuição do pico de cheia com a utilização de sistemas de aproveitamento de água da chuva na rede de drenagem de águas pluviais, da Urbanização Vales do Algoz. Sabe-se que as cheias estão entre as catástrofes naturais que ao longo dos tempos, têm provocado danos materiais e perdas de vidas humanas por todo o mundo, não sendo Portugal excepção. Com o correcto dimensionamento de diversas obras hidráulicas baseados em estudos é possível mitigar os fenómenos extremos. Na Região do Algarve, a utilização de sistemas de aproveitamento de água da chuva é ancestral, existindo métodos desde o tempo dos Árabes até aos tempos de hoje, como a título de exemplo na utilização de cisternas em Castelos como em habitações e no uso de açoteias para captação de água para as mesmas.
Descrição: Dissertação de mest., Engenharia de Recursos Hídricos, Faculdade de Ciências e Tecnologia, Univ. do Algarve, 2010
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.1/1730
Designação: Mestrado em Engenharia de Recursos Hídricos
Aparece nas colecções:UA01-Teses

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese de Mestrado - Documento Final - 28 Dezembro - Rui Pomares.pdf7,8 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.