Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.1/1740
Título: Gestão e maneio de uma unidade de piscicultura em mar aberto na costa sul de Portugal
Autor: Carrasquinho, Ricardo Contreiras Ventura dos Santos
Orientador: Dinis, Maria Teresa
Ferreira, Pedro Pousão
Palavras-chave: Aquacultura em mar aberto
APPA
Mytillus galloprovinciallis
Cultivo integrado
Jaula Sea Station
Data de Defesa: 2009
Resumo: Em Portugal, a aquacultura em mar aberto (offshore) é uma actividade emergente com elevado potencial económico. Com o desenvolvimento recente da zona APPA (Área de Produção Piloto Aquícola) ao largo da costa algarvia, surgiu o interesse na realização do presente trabalho com o objectivo de fornecer informações sobre a gestão, manutenção e operação de uma unidade em mar aberto. Assim sendo, durante um período de 6 meses, entre Fevereiro e Agosto de 2009, integrou‐se a equipa que opera as jaulas submersíveis à responsabilidade do IPIMAR, participando em diversas actividades de manutenção, operação, pesca e alimentação. A experiência adquirida, juntamente com dados bibliográficos sobre este tema, permitiu a elaboração do presente documento. Verificou‐se que o modelo de jaula semi‐submersível rígida Sea Station® reúne os requisitos estruturais necessários para o cultivo de peixes na zona APPA. No entanto, a manutenção de um sistema deste género depende de mergulhadores e envolve a inspecção, reparação e substituição de determinados componentes estruturais de acordo com um plano pré definido. Apesar de ser possível o cultivo de peixes em mar aberto, ainda existem problemas relacionados com a alimentação, pesca e logística que necessitam de ser resolvidos antes de estabelecer uma unidade de produção completamente comercial. Os principais entraves ao desenvolvimento deste sector em Portugal são a disponibilidade de juvenis, capitais iniciais de investimento e fundos de maneio elevados. Numa perspectiva de cultivo integrado de bivalves e peixes em jaulas na zona APPA, realizou‐se uma experiência para aferir sobre o crescimento, recrutamento e mortalidade do mexilhão do mediterrâneo (Mytillus galloprovincialis). Verificou‐se que o mexilhão apresenta elevadas taxas de crescimento, superiores às verificadas em outros países europeus. Conclui‐se assim, que esta espécie mostra potencial de cultivo integrado com peixes numa perspectiva ecológica e economicamente sustentável.
Descrição: Dissertação de mest., Aquacultura e Pescas, Faculdade de Ciências e Tecnologia, Univ. do Algarve, 2009
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.1/1740
Designação: Mestrado em Aquacultura e Pescas
Aparece nas colecções:UA01-Teses

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO MESTRADO RICARDO CARRASQUINHO.pdf6,57 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.