Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.1/1797
Título: A imagem de Lagos enquanto destino turístico: perspectiva dos turistas versus perspectiva dos residentes
Autor: Agapito, Dora
Orientador: Mendes, Júlio
Valle, Patrícia Oom do
Palavras-chave: Imagem do destino
Abordagem cognitiva-afectiva
Recomendação
Turistas
Residentes
Data de Defesa: 2010
Resumo: O estudo da imagem dos destinos turísticos tem vindo a afirmar-se como instrumento de diferenciação, contribuindo para o aumento da competitividade dos destinos. Apesar de ser um tema bem documentado na literatura, assiste-se a uma carência de estudos que permitam comparar as perspectivas dos turistas, público pelo qual as organizações responsáveis pela gestão dos destinos competem pela atenção, com a dos residentes, actores passivos e activos no processo de formação da imagem do destino. O principal objectivo do estudo consiste em medir a imagem percebida de Lagos, concelho da região do Algarve, enquanto destino turístico, comparando as perspectivas dos turistas e dos residentes, numa abordagem cognitiva, afectiva e comportamental. Na investigação empírica recorre-se a uma metodologia mista, que permite detectar, numa fase exploratória, atributos para a análise da componente cognitiva, possibilitando uma abordagem holística, através da utilização de questões abertas. A aplicação de questionários a uma amostra de 379 turistas e de 378 residentes possibilita uma metodologia quantitativa, com recurso a indicadores descritivos, a testes de hipóteses e à técnica multivariada CHAID. Os resultados obtidos apontam para uma imagem global positiva do destino, na perspectiva dos dois públicos. Os atributos que, de forma mais consensual, se associam a Lagos são o “clima” e as “praias”, muito embora as variáveis referidas não tenham poder discriminatório significativo relativamente à variável dependente “recomendação do destino a amigos e familiares”, na análise CHAID. Neste aspecto, na perspectiva dos turistas, o “património cultural de grande interesse” é a variável explicativa mais significativa, enquanto que, para os residentes, esta traduz-se no “bom nível de preços”. Na abordagem afectiva, ambos os públicos associam o destino aos adjectivos “dinâmico/excitante/agradável”.
Descrição: Dissertação de mest., Marketing, Faculdade de Economia, Univ. do Algarve, 2010
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.1/1797
Designação: Mestrado em Marketing
Aparece nas colecções:UA01-Teses

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dora Agapito_Mestrado_2010.pdf1,11 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.