Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.1/242
Título: Efeito de um concentrado de microalgas liofilizadas na larvicultura de dourada, Sparus aurata
Autor: Marujo, Débora A. Silva
Orientador: Dinis, Maria Teresa
Pousão-Ferreira, Pedro
Palavras-chave: Aquacultura
Alimentação
Microalgas liofilizadas
Larvas
Brachionus sp.
Sparus aurata
Data de Defesa: 2009
Resumo: A água verde é uma técnica bastante utilizada na produção de larvas de sparideos em aquacultura. Esta técnica parece estar bem adaptada à necessidade de uma ampla gama de espécies marinhas, permitindo a sua aplicação às condições específicas de cada espécie e criar um sistema ecologicamente equilibrado (Palmer et al., 2007). De forma a minimizar os custos de produção os larvicultores recorrem à utilização de produtos concentrados de microalgas. Este estudo pretendeu-se avaliar o desempenho de um produto de microalga liofilizada (mistura de diversas espécies de microalgas liofilizadas em diferentes proporções) produzido pela Necton, S. A., para a técnica da água verde, nomeadamente no cultivo larvar de Sparus aurata (dourada). Este trabalho desenvolveu-se em três etapas. Na primeira pretendeu-se seleccionar um produto de microalga liofilizada a ser testado nas etapas seguintes. Os parâmetros utilizados para a selecção do produto foram, a performance na coluna de água (turbidez), e o aspecto geral da água (cor, colmatação dos filtro, espuma à superfície dos tanques). O produto de microalga liofilizada (ML) com melhores resultados foi o denominado VE9. Na segunda etapa, testou-se o efeito deste produto nos rotíferos, na sobrevivência e qualidade nutricional (lipidos) dos rotíferos. Não se observaram diferenças estatísticas na sobrevivência dos rotíferos, nem nos principais lipídos analisados. Na terceira etapa, testou-se a influencia do VE9, no cultivo larvar de dourada, durante 20 dias após eclosão (DAE). Não foram observadas diferenças estatísticas nem na sobrevivência nem nos parâmetros de desenvolvimento larvar analisados (crescimento, insuflação da bexiga gasosa, alimento no estômago). Relativamente aos lipídos, não se observam alterações na qualidade nutricional das larvas. Tendo em conta estes factores, concluiu-se, que o VE9 pode ser utilizado de forma viável na substituição da microalga viva, para a realização da técnica da água verde. Este facto torna o VE9 produto potencialmente atractivo para os produtores larvares de sparideos.
The Green water technique is widely used in the sparid larviculture. This technique seems to be well adapted to a wide range of marine species needs, allowing its application to specific conditions of each species and create an ecologically balanced system (Palmer et al., 2007). In order to minimize production costs, the aquaculture producers resort to the use of microalgae concentrated products. This study sought to assess the performance of a freeze-dried microalgae product (mixture of several freeze-dried microalgae species in different proportions) produced by Necton, S. A., for the green water technique, particularly in the larval Sparus aurata (seabream) culture. This work was developed in three steps. The first step intended to select a freeze-dried microalgae product which would be tested in the upcoming steps. The parameters used for the selection of the product were the performance in the water column (turbidity) and the general appearance of the water (color, clogging of the filter, foam on the surface of tanks). The VE9 product was the freeze-dried microalgae with better results. In the second step, it was tested the effect of this product in the survival and nutritional quality (lipids) of rotifers. There were no statistical differences in rotifer’s survival, lipids or in the main analysis. In the third step, it was tested the influence of VE9 in the seabream larvae culture during 20 days after hatching (DAH). There were no statistical differences in the survival or in the larval development parameters examined (growth, inflation bladder gas, food in the stomach). For lipids, are not observed changes in the nutritional quality of the larvae. Given these factors, it can be concluded that the VE9 can viably be used in the replacement of live microalgae in the green water technique. This makes the VE9 product potentially attractive to the larviculture producers.
Descrição: Dissesrtação de Mestrado, Biologia Marinha, Especialização em Pescas e Aquacultura, Faculdade de Ciências e Tecnologia, Universidade do Algarve, 2009
URI: http://hdl.handle.net/10400.1/242
Designação: Mestrado em Biologia Marinha, Especialização em Pescas e Aquacultura
Aparece nas colecções:UA01-Teses

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TESE_DMarujo.pdf2 MBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.