Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.1/2433
Título: Algo de novo na frente oriental
Autor: Marques, Dias
Data: 1996
Editora: Centro de Estudos Ataíde Oliveira. Universidade do Algarve
Resumo: A recolha do Romanceiro começou cedo na Beira Interior, e os textos aí obtidos desfrutavam de grande consideração. De facto, Almeida Garrett, ao referir-se, em 1843, à colecção beirão que lhe fora oferecida pelo seu antigo colega Emídio Costa, classificava as "duas Beiras" como "verdadeiro coração e âmago do Portugal primitivo que ocupa a região dentre Lamego e Serra da Estrela." E, sendo assim, não admira que, em 1851, diga, na nota introdutória ao Regresso do Marido: "No regresso do texto segui, como faço sempre, a lição da Beira Baixa, que é a mais segura."
Peer review: no
URI: http://hdl.handle.net/10400.1/2433
Aparece nas colecções:ELO-N02

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
AlgodeNovo.pdf4,17 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.