Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.1/2911
Título: Da mandioca ao açúcar: as Geórgicas no novo mundo
Autor: Mariano, Alexandra de Brito
Palavras-chave: Setecentos
Neolatim
Companhia de Jesus
Novo Mundo
Data: 2010
Editora: Arka Editora/Universidade Federal de Viçosa
Resumo: Não obstante a realidade dos discursos que ecoaram nos séculos XVII e XVIII, um grupo significativo de autores que se inspirou nas "Geórgicas", o conhecido poema didáctico virgiliano sobre a agricultura, tenta convencer os seus leitores das virtudes do trabalho manual. Tais autores, escrevendo preferencialmente em latim, inscrevem, portanto, os seus poemas numa antiga tradição de poesia didáctica que, à época, se faria evidente em textos publicados quer na Europa, quer no Novo Mundo.
Em apoio a esta ideia são revisitados alguns poemas como, por exemplo, "De sacchari opificium carmen" ("Do fabrico do açúcar", Pesaro, 1780) da autoria de Prudêncio do Amaral e "De rusticis Brasiliae rebus" ("Assuntos agrícolas do Brasil", Roma , 1781) de José Rodrigues de Melo, sacerdotes da Companhia de Jesus da Assistência de Portugal no Brasil. Este artigo pretende avaliar a recepção do modelo literário de Virgílio bem como analisar igualmente a importância dos discursos patrióticos de legitimação cultural tecidos nestas obras.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.1/2911
ISBN: 978-85-62961-05-2
Aparece nas colecções:FCH2-Artigos (em revistas ou actas indexadas)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Mariano_Da mandioca_ao_acucar_as_ Georgicas_no_Novo_Mundo.pdf70,5 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.