Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.1/3087
Título: O sentido das operações nos alunos do ensino básico
Autor: Martins, José Afonso dos Reis
Orientador: Carreira, Susana Paula Graça
Serrazina, Maria de Lurdes Marquês
Palavras-chave: Operações aditivas
Operações multiplicativas
Sentido da operação
Escolha da operação
Dificuldades dos alunos
Metodologia mista
Data de Defesa: 2011
Resumo: Este estudo tem como objetivo compreender de que forma os alunos, perante uma questão que se resolve pela aplicação de uma operação aritmética, escolhem essa operação. Tal propósito resultou das dificuldades que os alunos manifestam nas minhas aulas e que outros professores também detetam frequentemente. Por outro lado, o problema tem sido alvo de diversas investigações, sendo claro que não há ainda uma resposta satisfatória, o que confere pertinência ao presente estudo. O quadro teórico centra-se na noção de sentido da operação, discutindo pormenorizadamente várias interpretações de uma mesma operação. Essas diversas interpretações têm implicações na forma como os alunos decidem que operação aplicar. Para orientar o desenvolvimento do estudo, formulei quatro questões de investigação: 1. É possível identificar situações em que os alunos apresentam mais ou menos dificuldade na identificação da operação a efetuar? 2. Quando os alunos não identificam a operação correta, que operação escolhem? 3. É possível encontrar justificação para as dificuldades apresentadas pelos alunos na identificação das operações? 4. As respostas às questões anteriores poderão dar-nos indicações para melhorar a aprendizagem dos alunos? Foi construído um instrumento, composto por um conjunto de tarefas, com maior incidência nas operações multiplicativas e envolvendo números inteiros e decimais. A sua aplicação foi feita no ano letivo de 2009/2010 a três turmas do 5.º ano, três turmas do 6.º ano e três turmas do 7.º ano de escolaridade, em escolas do Algarve e da região de Lisboa, num total de 158 alunos. De acordo com a natureza das questões de investigação, e considerando as várias opções metodológicas na investigação em Didática da Matemática, adotei uma metodologia mista, que se apresentou como a mais adequada. Da análise dos dados sobressaíram diferenças entre as várias situações de utilização das operações. As operações aditivas revelaram-se de mais fácil interpretação do que as multiplicativas. Nestas últimas, a divisão (razão e comparação multiplicativa) e a multiplicação (produto cartesiano) foram as de mais difícil interpretação. Também ii nas situações que envolveram números decimais, os alunos apresentaram mais dificuldade do que nas correspondentes com números inteiros. As características próprias de cada situação e as práticas letivas, que geralmente não tratam todas as situações da mesma forma, foram as principais justificações encontradas para as dificuldades dos alunos.
Descrição: Dissertação de mest., Didática e Inovação no Ensino das Ciências (Matemática), Faculdade de Ciências e Tecnologia, Univ. do Algarve, 2011
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.1/3087
Designação: Mestrado em Didática e Inovação no Ensino das Ciências. Matemática
Aparece nas colecções:UA01-Teses

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
O sentido das operações.pdf2,75 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.