Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.1/3093
Título: A perpetuação do ódio
Autor: Nogueira, Adriana
Palavras-chave: Classical mythology
Violence
Children
Data: 2003
Editora: Centro de Estudos Clássicos, Faculdade de Letras de Lisboa
Citação: NOGUEIRA, Adriana «A perpetuação do ódio», Euphrosyne, XXXI, Lisboa, Centro de Estudos Clássicos/FLL, 2003, 209-214.
Resumo: A violência exercida sobre crianças na literatura clássica não nos passa despercebida. A mitologia está pejada de exemplos de crianças despedaçadas, cozinhadas e comidas, apedrejadas, cegadas, expostas à morte, atiradas a cães, mutiladas, não obstante, na sua provável totalidade, não lhes poder ser imputável qualquer culpa. É, talvez essa inocência que contribui para um efeito mais intenso no leitor actual, a quem os direitos das crianças são constantemente lembrados (porque constantemente violados). Mas será apenas para o leitor actual? Será que os Gregos também não se chocavam com a forma brutal como as crianças eram representadas? Que propósitos serviria? Corresponderia essa representação a um real e efetivo mau trato?
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.1/3093
ISSN: 0870-0133
Aparece nas colecções:FCH2-Artigos (em revistas ou actas indexadas)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
A Perpetuação do Ódio.pdf335,16 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.