Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.1/3179
Título: Quantificação das emissões atmosféricas no aeroporto internacional de Faro
Autor: Sousa, João Filipe Raimundo Morais Gouveia de
Orientador: Nunes, Luís Miguel
Palavras-chave: ANA, SA
Aeroporto Internacional de Faro
Dissertação de mestrado
Emissões atmosféricas
Amostragem
Viaturas/equipamentos de apoio
Modelação atmosférica
Avaliação de risco de saúde
Data de Defesa: 2011
Resumo: Nos nossos dias existe uma crescente preocupação quanto à preservação ambiental, de modo que se vai notando cada vez mais, a nível público e privado, uma maior preocupação e sensibilização nesta matéria, resultando muitas vezes numa melhoria da imagem das empresas que investem neste campo, bem como na qualidade dos seus serviços. Este é precisamente o caso da ANA, SA, que procura contribuir para o mesmo propósito através da recente implementação/certificação do SGI. O AFR é essencialmente um aeroporto com tráfego predominantemente de lazer, de forte carácter sazonal, tendo registado um total de 43809 LTO em 2007. Foi neste âmbito que surgiu a oportunidade de desenvolvimento deste trabalho no Aeroporto Internacional de Faro, sob a forma de estágio e no âmbito da Dissertação de Mestrado de Engenharia do Ambiente, especialização em Saúde e Ambiente da Universidade do Algarve. Pretendeu-se quantificar as emissões de contaminantes atmosféricos no lado Ar do AFR, recorrendo a dois métodos distintos: a) através de modelação das emissões provenientes das principais fontes de contaminação; b) através de amostragem de circulação de viaturas de apoio. Procurou-se estabelecer uma análise comparativa das emissões totais, tendo como objectivo principal a avaliação da importância do papel das viaturas/equipamentos de apoio às aeronaves, no mapa geral de emissões. De acordo com os resultados obtidos, foi possível verificar que as aeronaves constituem a principal fonte de emissão para todos os contaminantes, à excepção do CO. No que toca particularmente às viaturas, as emissões quantificadas através do método de amostragem são inferiores às emissões modeladas. Esta quantificação constitui o passo fundamental para a avaliação de risco de saúde humana, em ambientes de exposição laboral. Deste modo, a metodologia desenvolvida representa uma ferramenta de trabalho para análises futuras no âmbito da avaliação da qualidade do ar no Aeroporto Internacional de Faro.
Descrição: Dissertação de mest., Engenharia do Ambiente (Saúde e Ambiente), Faculdade de Ciências e Tecnologia, Univ. do Algarve, 2011
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.1/3179
Designação: Mestrado em Engenharia do Ambiente. Saúde e Ambiente
Aparece nas colecções:UA01-Teses

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese_JS_Final.pdf9,45 MBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.