Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.1/3465
Título: Perceção dos residentes sobre o impacto do turismo na sua qualidade de vida: o caso do concelho de Loulé
Autor: Renda, Ana Isabel da Silva Aço
Orientador: Mendes, Júlio
Valle, Patrícia Oom do
Data de Defesa: 2012
Resumo: Esta tese diz respeito ao estudo da perceção dos residentes sobre o impacto do turismo na sua qualidade de vida. Apresenta como estudo de caso o concelho de Loulé, localizado no Algarve e constituído por onze freguesias que se agrupam em três regiões naturais em diferentes estádios de desenvolvimento turístico. A revisão bibliográfica da investigação centra-se fundamentalmente nas áreas científicas da Sociologia, da Antropologia, da Psicologia e da Geografia e tem, como principais áreas de estudo, as perceções e atitudes dos residentes, o fenómeno turístico e o seu desenvolvimento, os impactos do turismo no destino e nos residentes, a qualidade de vida, a satisfação com a vida e a felicidade. A investigação recorre, num primeiro momento uma metodologia qualitativa, em que se adota o método da triangulação (realização de entrevistas, observação participante e recolha de documentação) e, num segundo momento, procede-se à aplicação de um questionário a uma amostra de residentes do concelho de Loulé (metodologia quantitativa). A análise dos dados obtidos com a aplicação do questionário permite a caracterização da amostra, a descrição e caracterização da perceção dos impactos do turismo e da qualidade de vida e a estimação e avaliação do modelo de equações estruturais proposto, fazendo uso do método PLS-PM que permite o teste às hipóteses formuladas, associadas às relações entre as variáveis latentes em estudo. Os resultados revelam o reconhecimento, por parte dos residentes, da importância do turismo como forma de desenvolvimento desejável na sua zona de residência, com contributos importantes para a sua qualidade de vida, embora identifiquem alguns impactos negativos provocados pela atividade. Constata-se que existem diferenças ao nível da perceção dos impactos do turismo por parte dos residentes, de acordo com o nível de desenvolvimento turístico, com o grau de dependência económica e profissional face a esta indústria, com a proximidade da zona de residência relativamente à principal área turística e com a frequência e tipo de contacto com o turismo e os turistas. Não se verifica, contudo o efeito moderador do nível de desenvolvimento turístico da zona de residência na relação entre a perceção dos impactos do turismo e da qualidade de vida. Os fatores demográficos não se revelam ser os mais determinantes da perceção dos impactos do turismo na qualidade de vida. Os resultados do estudo reforçam a importância de conhecer e considerar as perceções dos residentes face ao turismo como um fator determinante no desenvolvimento sustentável dos destinos turísticos, constituindo-se assim os residentes como um dos stakeholders fundamentais no contexto de uma abordagem holística e integrada ao planeamento e ao desenvolvimento turístico.
Descrição: Tese de dout., Turismo, Faculdade de Economia, Univ. do Algarve, 2012
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.1/3465
Designação: Doutoramento em Turismo
Aparece nas colecções:UA01-Teses

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese Ana Isabel Renda.PDF19,1 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.