Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.1/3497
Título: Técnicas de sustentabilidade ecológica aplicadas ao projecto de arquitectura paisagista. Casos de estudo: projectos da Câmara Municipal de Tavira
Autor: Martins, Andreia Filipa Carvalho
Orientador: Batista, Desidério
Silva, Ana Paula Gomes da
Palavras-chave: Arquitectura paisagista
Ecologia
Metodologia da investigação
Estudo de casos
Sustentabilidade ambiental
Data de Defesa: 2013
Resumo: A ecologia está vinculada à arquitectura paisagista desde o aparecimento da profissão, tanto no âmbito internacional como nacional. A partir da década de 60, do século XX, assistiu-se ao desenvolvimento de técnicas de sustentabilidade ecológica aplicadas ao projecto. Actualmente, este é um tema em franca expansão na investigação e na prática da arquitectura paisagista, em termos mundiais. No entanto, em Portugal, não se identificaram até à data quaisquer estudos que investiguem a aplicação de técnicas de sustentabilidade ecológica no projecto. Seria de esperar que as preocupações ecológicas fossem traduzidas no projecto mas, o estudo dessa situação nos Estados Unidos da América, alerta que a proposta de técnicas pode ser inferior ao esperado, e que podem existir entraves à sua aplicação. A presente dissertação testa a aplicação duma metodologia de investigação de casos de estudo, especificamente desenvolvida para efeitos deste trabalho, num conjunto de projectos da Câmara Municipal de Tavira, que visa investigar a aplicação de técnicas de sustentabilidade ecológica e averiguar a relação entre as preocupações dos projectistas e a realidade de aplicação dessas técnicas. Foram considerados para o efeito 22 projectos, integrados em 5 tipologias e realizados por 6 projectistas, entre 1987 e 2011, nos quais foi investigada a aplicação de 26 técnicas. Foram desenvolvidas e aplicadas três ferramentas de análise: fichas de análise, inquéritos e entrevista. Os resultados obtidos revelam um desfasamento entre as intenções ecológicas dos projectistas e a proposta de técnicas de sustentabilidade ecológica, e demonstram frequências de aplicação variáveis entre tipologias projectuais, projectistas e períodos temporais. O estudo confirma a aplicação de 16 das 26 técnicas investigadas, mas revela também a existência de entraves à sua aplicação. A metodologia desenvolvida revelou-se viável ao estudo deste assunto pelo que se considera interessante a sua aplicação a uma amostra maior, com vista à obtenção de resultados mais conclusivos.
Descrição: Dissertação de mest., Arquitectura Paisagista, Faculdade de Ciências e Tecnologia, Univ. do Algarve, 2013
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.1/3497
Designação: Mestrado em Arquitectura Paisagista
Aparece nas colecções:UA01-Teses



FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.