Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.1/411
Título: Desenvolvimento e optimização de um meio de cultura para produção de biomassa algal em larga escala
Autor: Pereira, Hugo Galvão Caiano
Orientador: Lamela, Teresa
Palavras-chave: Teses
Aquaculture
Microalgas
Crescimento
Meio de cultura
Biocombustíveis
Data de Defesa: 2009
Resumo: O meio de cultura apresenta um custo significativo no cultivo de diversas espécies de microalgas. Com o intuito de reduzir os custos finais de todo o processo de produção de biomassa algal, desenvolveu-se e optimizou-se um meio de cultura para duas espécies de ambientes aquáticos distintos: Nannochloropsis oculata e Chlorella sp. Este meio foi constituído por três soluções: solução de macronutrientes, solução comercial concentrada de oligoelementos (AM), e suplementação de ferro. Uma vez optimizado o meio de cultura, com as concentrações ideais dos seus constituintes, procedeu-se ao teste, no exterior, em fotobiorreactores do tipo “Green Wall”. Constatou-se com este trabalho que o meio desenvolvido registou sempre melhores resultados que o meio de Walne, o meio de referência. No entanto, os resultados obtidos mostram que a solução AM não apresenta benefícios significativos no crescimento das culturas de ambas as espécies. Porém, a suplementação de ferro em Chlorella sp registou diferenças significativas na taxa de crescimento, mostrando a importância deste nutriente nos cultivos desta espécie. Verificou-se ainda que os oligoelementos existentes nos meios de cultura testados não apresentam benefícios significativos no crescimento de ambas as espécies. Assim sendo, nos cultivos de N. oculata, pode-se utilizar apenas a solução de macronutrientes, suplementada com a solução de ferro nos cultivos de Chlorella, permitindo assim reduzir os custos finais de produção e operação. Realizou-se também uma avaliação e comparação do perfil de ésteres metílicos dos ácidos gordos (EMAG), obtidos após esterificação do óleo de ambas as espécies estudadas para produção de biocombustíveis. Conclui-se que ambas as espécies apresentam um perfil de EMAG com boa capacidade para produção de biocombustíveis, nomeadamente biodiesel e bioquerosene. Embora a estirpe de Chlorella estudada apresente um perfil preferível quanto à composição química dos seus EMAG, N. oculata revela maior potencial na sua produção em larga escala, registando uma concentração de EMAG totais significativamente superior na produção de ambos os biocombustíveis.
Descrição: Dissertação de mest., Aquacultura e Pescas, Faculdade de Ciências e Tecnologia, Univ. do Algarve, 2009
URI: http://hdl.handle.net/10400.1/411
Designação: Mestrado em Aquacultura e Pescas
Aparece nas colecções:UA01-Teses

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese de Mestrado HugoPereira_Final.pdf3,13 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.