Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.1/415
Título: Aplicação de técnicas de conservação in vitro para a conservação de espécies ameaçadas
Autor: Fernandes, Laura
Orientador: Romano, Anabela
Gonçalves, Sandra
Palavras-chave: Teses
Espécies ameaçadas
Conservação da natureza
Conservação in vitro
Dieta mediterrânica
Data de Defesa: 2008
Resumo: É cada vez maior o numero de espécies que se encontram ameaçadas de extinção no seu habitat natural, existinto uma necessidade crescente de elaborar estratégias para a sua conservação. Com os avanços na área da biotecnologia vegetal tal torna-se possível, recorrendo por exemplo a técnicas de cultura in vitro. Este trabalho focou-se em duas espécies endémicas algarvias, Tuberaria major e Plantago algarbiensis, que apesar de se saber que se encontram em perigo de extinção, nada foi feito no sentido de estabelecer métodos que visem a sua conservação. Relativamente à espécie T. major foi estudada a germinação in vitro de sementes e a partir dos rebentos originados estabeleceu-se um protocolo de micropropagação tendo em vista a produção em massa de plantas. O meio MS com 0,2 mg l-1 Zea demonstrou ser o meio mais eficaz para produzir elevada quantidade de rebentos. Na fase de enraizamento, a redução dos sais do meio basal foi o parâmetro que mais contribuiu para o sucesso desta fase. Após 6 semanas de aclimatização obteve-se um máximo de 97% de sobrevivência. Numa fase posterior foram estudadas duas vias de conservação de germoplasma desta espécie, a criopreservação de sementes e a criopreservação de ápices recorrendo a três métodos distintos, a vitrificação, a vitrificação “droplet” e o encapsulamento-desidratação. O encapsulamento-desidratação demonstrou ser o método mais eficaz, no qual 67% dos ápices formaram rebentos após criopreservação. No caso de P. algarbiensis foi estudada a organogénese a partir de explantados foliares destacados de rebentos provenientes de germinação in vitro de sementes. Os melhores resultados em termos de formação de rebentos foram observados em meio MS suplementado com 4 mg l-1 BA + 1 mg l-1 IAA. Este trabalho demonstra que as técnicas de conservação in vitro podem ser utilizadas com sucesso para a conservação das espécies T. major e P. algarbiensis.
Descrição: Dissertação mest., Engenharia Biológica, Universidade do Algarve, 2008
URI: http://hdl.handle.net/10400.1/415
Designação: Mestrado em Engenharia Biológica
Aparece nas colecções:UA01-Teses

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese_final_Laura_Fernandes.pdf1,32 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.