Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.1/465
Título: A qualidade em creche no concelho de Albufeira
Autor: Silva, Patrícia Alexandra Sequeira Jorge da
Orientador: Nunes, Maria Cristina de Oliveira Salgado
Palavras-chave: Teses
Educação de infância
Qualidade
Creche
Escala ITERS
Crianças
Educação
Data de Defesa: 2007
Resumo: Este estudo pretende contribuir para a avaliação da qualidade das estruturas educativas para as crianças entre os 4 meses e os 3 anos, nomeadamente nas IPSS estabelecidas no concelho de Albufeira. Pretende-se, definir a qualidade e clarificar os critérios de adequação de desenvolvimento subjacentes à elaboração do instrumento utilizado para a sua avaliação. Foi realizada uma pesquisa bibliográfica com o objectivo de enquadrar teoricamente os principais conceitos envolvidos neste estudo, nomeadamente, o conceito de creche e o conceito de qualidade numa perspectiva educativa. O corpus deste estudo compreende também trabalho de campo, tendo sido apurada uma amostra constituída por 6 creches, todas elas IPSS (Instituições Particulares de Solidariedade Social), pertencentes ao concelho de Albufeira, onde foram estudadas 23 salas de actividades (7 salas para crianças de Berçário : 4 meses a 1 ano; 8 salas para crianças de 1/2 anos e 8 salas para crianças de 2/3 anos), abrangendo um total de 315 crianças, suas famílias e 66 adultos (Educadores de Infância e Auxiliares de Acção Educativa). A recolha de dados foi realizada através da escala de avaliação global da qualidade em estruturas formais de educação, destinadas a crianças com menos de 30 meses de idade, a ITERS, ao qual aplicámos uma versão portuguesa provisória da escala (Cecília Aguiar, Joaquim Bairrão e Sílvia Barros) da Infant/ Toddler Environment Rating Scale – ITERS (Harms, Cryer e Clifford, 1990-1994). Neste estudo, realizou-se ainda uma avaliação da qualidade global dos cuidados e das práticas educativas, uma avaliação das condições básicas de saúde e segurança, uma descrição das dimensões da qualidade que se poderão revelar problemáticas e, também, aquelas que se possam assumir como pontos fortes dos serviços prestados às crianças e, igualmente, uma avaliação das condições materiais. Os resultados indicam que 50% das salas de creche revelam qualidade inadequada e que 50% das salas revelam qualidade mínima. Foram encontrados efeitos associados ao grupo etário e categoria profissional do adulto responsável pela sala.
Descrição: Dissertação mest., Ciências da Educação, Universidade do Algarve, 2007
URI: http://hdl.handle.net/10400.1/465
Designação: Mestrado em Ciências da Educação. Especialização em Educação de Infância
Aparece nas colecções:UA01-Teses

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese_Patricia.pdf5,93 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.