Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.1/4726
Título: Análise experimental do impacto da taxa de ingestão de medusas no ictioplâncton: extrapolação para as condições naturais
Autor: Pereira, Ana Rita Matos Paiva Esteves
Orientador: Chícharo, Alexandra
Palavras-chave: Ictioplancton
Aurelia aurita
Medusas
Data de Defesa: 2012
Resumo: Com o objectivo de contribuir para o estudo do impacto de medusas no ictioplâncton do estuário do Guadiana foram realizadas experiências laboratoriais em ambiente controlado para determinar a resposta funcional de uma espécie residente neste estuário, Aurelia aurita, e analisaram-se dados de campo para estudar a variabilidade interanual da invasora Blackfordia virginica. Foram fornecidos náuplios de artémia (Artemia salina), ovos e larvas de sardinha (Sardina pilchardus) como alimento à espécie Aurelia aurita e os resultados obtidos revelam um aumento das taxas de ingestão com o aumento da concentração de alimento disponível. Foram registados máximos de ingestão de 40 e 49 presas/medusa/hora para larvas e ovos de sardinha, respectivamente. As taxas de aclaramento aumentaram até uma concentração a partir da qual decresceram e os valores máximos registados foram 48 e 31 L/medusa/hora para as larvas e ovos de sardinha. As experiências de selectividade evidenciaram a selecção de alguns taxa como algumas espécies de copépodes e ovos de peixe. A abundância de Blackfordia virginica foi determinada entre Junho e Agosto e o seu aparecimento tardio (Agosto; 8,01 hidromedusas/m3) impossibilitou a realização da parte experimental com esta espécie, mas discutiu-se a sua variação com base na bibliografia. Tal variação poderá estar relacionada com os valores da Oscilação do Atlântico Norte (NAO), que nos últimos 3 anos apresentou índices negativos e que poderão afectar a sobrevivência desta espécie. É possível que a reduzida abundância de medusas tenha afectado positivamente a abundância geral do zooplâncton. Como conclusão pode referir-se que em zonas de postura e nursery, como o estuário do Guadiana, as medusas poderão ter de facto um impacto considerável, dado que os resultados indicaram que estas podem seleccionar ovos de peixes. Indirectamente também poderão ter impacto por competição, pois ingerem preferencialmente presas que também são seleccionadas pelas larvas e juvenis de pequenos pelágicos, como os copépodes.
Descrição: Dissertação de mest., Biologia Marinha (Ecologia e Conservação), Faculdade de Ciências e Tecnologia, Univ. do Algarve, 2012
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.1/4726
Designação: Mestrado em Biologia Marinha. Especialização em Ecologia e Conservação
Aparece nas colecções:UA01-Teses

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese Mestrado Ana Rita Pereira, nº 29819.pdf6,2 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.