Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.1/4829
Título: Interação de oxometalatos de vanádio, nióbio, tungsténio e molibdénio com a Ca2+-ATPase de retículo sarcoplasmático: um alvo de ação de fármaco
Autor: Fraqueza, Gil
Orientador: Aureliano, M.
Palavras-chave: Oxometalatos
Calcio ATPase
Decavanadate
Decaniobato
Data de Defesa: 2013
Resumo: Os oxometalatos são compostos que têm sido descritos por apresentarem propriedades insulino-miméticas, antitumorais, antibióticas, além de serem inibidores das ATPases, nomeadamente a Ca2+-ATPase. Contudo, os efeitos da interação dos oxometalatos com a Ca2+-ATPase, não é um assunto completamente esclarecido. Este estudo teve como objetivo, esclarecer o modo de atuação de oxometalatos de vanádio, nióbio, tungsténio e molibdénio na função e estrutura da Ca2+-ATPase de RS, combinando-se estudos cinéticos com técnicas espetroscópicas. Verificou-se que os oxometalatos estudados inibem a atividade da Ca2+-ATPase, sendo o inibidor mais potente o decavanadato com um IC50 de 15 µM. Foi observado que decavanadato e decaniobato inibem a Ca2+-ATPase de modo não competitivo. Por EAA, observou-se que V10 liga-se às conformações E1, E1P, E2 e E2P, enquanto foi confirmado que V1 liga-se preferencialmente às conformações E2 e E2P. Por outro lado, o vanadato e o decavanadato induzem a oxidação de cisteínas na proteína. A presença do antioxidante quercetina previne a oxidação das cisteínas, mas não a inibição da Ca2+-ATPase por vanadato ou decavanadato. O sinal de V(IV), observado no espetro de RPE de decavanadato na presença Ca2+-ATPase de retículo sarcoplasmático e ATP, sugere uma redução de vanadato, devido à interação de V10 com a proteína. Estes resultados sugerem que a maior capacidade do V10 para inibir a Ca2+-ATPase pode estar, pelo menos em parte, relacionada com o processo de redução do vanadato associada à oxidação das cisteínas na proteína. Finalmente estes resultados contribuem para a compreensão e aplicação de oxometalatos e polioxometalatos como moduladores eficazes de muitos processos biológicos, particularmente aqueles associados com homeostasia do cálcio. De facto os oxometalatos, em especial os polioxometalatos apresentam capacidade inibitória sobre as bombas iónicas, em especial na Ca2+-ATPase, semelhante a fármacos que têm como alvo de ação terapêutica estas bombas iónicas. Sendo por isso de considerar em estudos, a inclusão deste tipo de oxometalatos em fármacos com aplicação terapêutica.
Descrição: Tese de dout., Ciências Biológicas, especialidade em Bioquímica Inorgânica, Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade do Algarve, 2013
URI: http://hdl.handle.net/10400.1/4829
Aparece nas colecções:FCT1-Teses
UA01-Teses



FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.