Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.1/4846
Título: Interacção de oligómeros de vanadato com miosina de músculo esquelético
Autor: Tiago, Teresa
Orientador: Aureliano, M.
Palavras-chave: Vanadato
Miosina
Data de Defesa: 2000
Resumo: Grande parte da importância biológica que se atribui ao vanádio, está associada à sua forma pentavalente (vanadato), que por virtude de ser um análogo estrutural do ortofosfato, tem efeitos inibitórios, estimulatórios e regulatórios em processos bioquímicos que, em muitos casos se devem à formação de complexos enzima-vanadato via substrato. Um exemplo disso, é o da inibição da actividade ATPásica da miosina pelo vanadato, a qual se deve à formação de um complexo ternário estável M-ADP-Vi no sítio activo da proteína. Contudo, nas soluções de vanádio (+5), Vi pode coexistir em equilíbrio com diferentes espécies oligoméricas (i =1 - 10), tais como a monomérica (V1), dimérica (V2), tetramérica (V4) e decamérica (V10). Por este motivo, a contribuição de diferentes espécies oligoméricas de vanadato na inibição da actividade ATPásica da miosina foi estudada, combinando-se estudos de cinética enzimática com espectroscopia de 51V-RMN. Os estudos cinéticos indicaram que a solução de “decavanadato” contendo essencialmente duas espécies de vanadato, V1 e V10, tem um poder inibitório muito superior à solução de “metavanadato” contendo uma mistura de pelo menos quatro espécies de vanadato diferentes (V1, V2, V4 e V5) e ainda que, a inibição da actividade ATPásica da miosina pelas espécies oligoméricas V4 e V10 é diminuída na presença de ATP. Para além disso, os estudos espectroscópicos por 51V-RMN indicaram que V4 exibe uma resposta, em adição ao ATP, oposta e mais profunda relativamente a V1, sugerindo que contrariamente à interacção de V1 com a miosina, a interacção de V4 é desfavorecida na presença de ATP. Conclui-se que para além de V1, também as espécies oligoméricas V4 e V10 interagem com a miosina, contribuindo para a inibição da enzima. Como tal, as diferentes espécies oligoméricas de vanadato são passíveis de serem utilizadas como sondas no estudo da hidrólise do ATP pela proteína envolvida no processo de contracção muscular.
Descrição: Relatório de estágio de licenciatura, Bioquímica, Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade do Algarve, 2000
Peer review: no
URI: http://hdl.handle.net/10400.1/4846
Aparece nas colecções:FCT1-Teses

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Relatório estágio pdf_Teresa.pdf2,88 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.