Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.1/4860
Título: Estudo da dieta em coleções paleoantropológicas
Autor: Afonso, Ricardo Manuel Rafael
Orientador: Bicho, Nuno Gonçalo Viana Pereira Ferreira
Aureliano, M.
Palavras-chave: Metais
Dieta
Paleoantropologia
Bário/estrôncio
Dieta mediterrânica
Data de Defesa: 2001
Resumo: Existem dois grupos dietéticos dos humanos com 20000 e 4000 anos, um com consumo mais elevado em proteína e o outro com uma importante dieta em fibra. A contribuição do consumo de peixe e outros animais marinhos, para os valores proteicos obtidos nos dois grupos, não foi exactamente conseguida, apesar de parecer indicar que o grupo com 4000 anos apresentava uma dieta mais rica neste tipo de alimentos, não querendo dizer com isto que o grupo com 20000 anos não utilizasse também este tipo de alimentos na sua dieta. É bom referir que com este estudo apenas consigo fazer uma comparação da dieta entre estes dois grupos humanos, não se consegue exactamente quantificar os alimentos ingeridos. Dos elementos estudados, os que apresentaram ser mais úteis foram o bário, zinco, cobre e o cálcio. Os outros elementos, de acordo com outros estudos, devido ao grau de diagénese não foram parecem muito importantes no estudo da dieta por este método. O número de amostras que foi possível usar neste estudo, foi relativamente baixo, tornando mais difícil a interpretação dos resultados. Outro aspecto que não foi favorável, foi o de não possuir nenhuma amostra de carnívoros. O conjunto de técnicas utilizadas ao longo deste estudo, revelaram-se úteis e adquadas, destacando-se a espectroscopia de absorção atómica pela sua sensibilidade e elevado número de elementos que pode quantificar eficazmente. Para um estudo mais aprofundado da dieta do homem do sítio Paleolítico Lapa do Picareiro, seria importante proceder ao estudo do elemento estrôncio, na medida em que talvez com os valores de bário/estrôncio, o estudo da dieta de animais marinhos ficaria mais esclarecida. Métodos complementares seriam importantes no estudo da dieta, como a analise da estriação dentária e uma análise de isótopos entre outros.
Descrição: Relatório de Estágio de Licenciatura em Bioquímica, Universidade do Algarve, Faculdade de Ciências e Tecnologia, 2001
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.1/4860
Aparece nas colecções:FCT1-Teses

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese de Licenciatura Ricardo Afonso.pdf1,22 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.