Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.1/4937
Título: Cultura e dinâmicas organizacionais em Instituições de Ensino Superior Públicas: implicações para e nos activos humanos
Autor: Santos, Joana Conduto Vieira dos
Orientador: Gonçalves, Gabriela Maria Ramos
Palavras-chave: Psicologia das organizações
Cultura organizacional
Marketing interno
Ensino superior
Recursos humanos
Data de Defesa: 2010
Resumo: Uma sociedade caracterizada pela globalização conduz a instabilidade nas empresas, devido à versatilidade dos mercados (Jobert, 2001) e ao imperativo permanente de inovar (Rebelo, 2006). Ao nível das organizações, tem aumentado o debate em torno da importância da dimensão simbólica necessitar humanizar-se, garantindo a promoção do desenvolvimento pessoal, baseado na confiança (Antonello& Godoy, 2010). As transformações impostas às instituições de Ensino Superior públicas tentam enquadrar algumas práticas de gestão, mais comuns no sector privado, à gestão das organizações públicas (Gioia & Thomas, 1996). Foi nosso objectivo aprofundar o conhecimento da realidade organizacional no contexto do Ensino Superior Público Português. De modo a prosseguirmos esse objectivo, procurámos estudar a relação entre algumas variáveis organizacionais e o respectivo impacto nalgumas variáveis de ajustamento. Em primeiro lugar, considerámos uma variável de cariz estrutural nas instituições, a Cultura Organizacional. Por seu turno, também foram objecto de análise algumas variáveis de natureza mais dinâmica, como sejam, a Percepção de Suporte Organizacional, a Ruptura e a Violação do Contrato Psicológico ou o Marketing Interno. As repercussões destas variáveis notam-se a diferentes níveis de atitudes e de comportamentos dos activos humanos, pelo que as variáveis de resultado consideradas denominaram-se de ajustamento (Empenhamento Organizacional, Bemestar no Trabalho; Satisfação Profissional, Bem-estar Subjectivo e Conflito Trabalho- Família e Família-Trabalho). A relação observada entre as variáveis em estudo permitiu-nos melhor compreender as realidades que coexistem no Ensino Superior Público Português. Foi também possível confirmar um modelo de análise, o qual constitui uma ferramenta de auxílio ao estudo organizacional, especificamente no contexto das instituições de Ensino Superior Público Português. Simultaneamente, também procurámos estudar a operacionalização de algumas das variáveis em estudo a este contexto. Para o prosseguimento deste objectivo adaptámos, para este contexto organizacional específico português, algumas escalas, articulando com discussão relativa aos respectivos pressupostos teóricos.
Descrição: Tese de dout., Psicologia das Organizações, Faculdade de Ciências Humanas e Sociais, Univ. do Algarve, 2010
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.1/4937
Designação: Doutoramento em Psicologia das Organizações
Aparece nas colecções:UA01-Teses

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
A Tese - 01 Dezembro 2010.pdf3,27 MBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.