Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.1/5230
Título: Mapeamento espacial de perturbações da temperatura do oceano por integração sistemática de dados acústicos e medições in-situ
Autor: Felisberto, P.
Jesus, S. M.
Data: 2004
Citação: P. FELISBERTO and S.M. JESUS, "Mapeamento espacial de perturbações da temperatura do oceano por integração sistemática de dados acústicos e medições in-situ" in Jornadas do Mar: um Oceano de Oportunidades, Escola Naval, Lisboa.
Resumo: O conhecimento das perturbações da temperatura/velocidade do som numa área do oceano é de primordial importância para um vasto conjunto de aplicações, entre as quais se contam o sonar, as pescas, etc. O método clássico utilizado para construir essa imagem da temperatura do oceano baseia-se em medições in-situ com recurso a equipamentos tais como o CTD, XBT e cadeia de termistores. Este método fornece informação com alta resolução nos pontos onde se realizam as medições, sendo todavia moroso para construir uma imagem espacial. Mais recentemente, a tomografia acústica submarina, desenvolveu métodos para inferir perturbações da temperatura/velocidade do som do oceano a partir de transmissões acústicas. Um dos aspectos relevantes da tomografia acústica é que uma medição cobre todas as perturbações que ocorrem entre o emissor e o receptor acústico, os quais podem estar a distâncias da ordem das dezenas de quilómetros ou mais. Estas perturbações são integrais, isto é reflectem uma média das perturbações observadas ao longo do canal de propagação. Historicamente, os dois métodos têm sido tratados independentemente, embora a sua integração possa potencialmente permitir ganhos em termos de custos e disponibilidade da informação. Neste trabalho apresentaremos um método de mapeamento espacial de perturbações da temperatura que integra de forma sistemática a informação obtida por tomografia acústica e medições in-situ. Serão apresentadas simulações da aplicação do método a situações realísticas descritas na literatura e observadas nas campanhas de mar em que participou o Laboratório de Processamento de Sinais da Universidade do Algarve. Discutiremos o método apresentado do ponto de vista da distribuição dos diferentes equipamentos de aquisição, o que poderá ser utilizado no planeamento de campanhas de mar.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.1/5230
Aparece nas colecções:FCT4-Vários



FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.