Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.1/5361
Título: A educação para a maternidade nas revistas de educação familiar no último meio século
Autor: Vilhena, Carla Cardoso
Orientador: Candeias, António
Palavras-chave: Educação para a maternidade
Revistas de educação familiar
Análise de discurso
Peritos da infância
Data de Defesa: 2010
Editora: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa
Citação: Vilhena, Carla. A educação para a maternidade nas revistas de educação familiar no último meio século (Tese de doutoramento não publicada), Lisboa: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa, 2010.
Resumo: Uma das consequências da emergência de técnicas de governação da população, inerentes ao projecto de modernidade, é a criação de dispositivos de educação para a maternidade, cuja principal finalidade é a normalização das condutas maternais. Concebidas como um dispositivo de educação maternal, as revistas de educação familiar são utilizadas pelas elites sociais e políticas como veículos de disseminação dos preceitos científicos de geração, criação e educação das crianças, e pelas mães, que procuram encontrar, através da sua leitura, solução para as questões que surgem quotidianamente no exercício da função maternal. A caracterização e análise dos discursos publicados em revistas de educação familiar, em dois períodos de tempo distintos, 1º Período: 1945 a 1958 e 2º Período: 1994 a 2007, constitui o grande objectivo desta tese. Optou-se por uma abordagem metodológica de natureza qualitativa, a análise crítica do discurso, uma vez que se parte do princípio de que a maternidade é uma realidade socialmente construída através dos discursos produzidos por diferentes actores sociais. Este estudo permitiu-nos verificar que os discursos sobre as concepções e as práticas da maternidade são profundamente influenciados pelo contexto histórico em que ocorrem, designadamente pelas condições sociais em que vivem mulheres e crianças, assim como pelos desenvolvimentos nas ciências da infância, designadamente na pediatria e na psicologia do desenvolvimento. Permitiu-nos ainda perceber que a mãe é considerada, em ambos os períodos de tempo, a principal responsável pela criação e educação das crianças, embora se verifique, no 2º Período: 1994 a 2007, um movimento no sentido da co-responsabilização da mãe e do pai pela prestação quotidiana dos cuidados aos filhos, ou seja, da coparentalidade.
One of the consequences arising from the emergence of techniques of government, inherent to the project of modernity, is the creation of educational devices for motherhood, whit the primary aim of normalizing maternal behavior. Designed as a device for maternal education, parenting magazines are used, on one hand, by social and political elites as vehicles for dissemination of scientific principles of childrearing, and, on the other, by mothers, who are seeking, through their reading, solution to the issues that arise daily when they are performing their maternal role. The mais aim of this study is to characterize and the analyze the discourses published in parenting magazines in two different periods of time, 1st Period: 1945 to 1958 and 2nd Period: 1994 to 2007. Qualitative in nature, we decided, as a methodological approach, the critical discourse analysis, since it assumes that motherhood is a socially constructed reality through the discourses produced by different social players. This study has allowed us to verify that the discourses on motherhood and mothering are profoundly influenced both by the historical context in which they occur, in particular by the social conditions in which the women and children live, and by developments in sciences focusing on childhood, namely in pediatric and developmental psychology. The study has also revealed that mothers are viewed in the two periods studied as the main caretakers of their children. However, in the second period, from 1994 to 2007, the study revealed a trend to a more cooperative co-parenting, involving both the mother and the father.
Descrição: Tese de Doutoramento em Ciências da Educação, especialidade de Educação e Desenvolvimento, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa, 2010
URI: http://hdl.handle.net/10400.1/5361
Designação: Doutor em Ciências da Educação, especialidade de Educação e Desenvolvimento
Aparece nas colecções:FCH1-Teses

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
tese total.pdf2,82 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.