Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.1/5821
Título: Manuel da Fonseca. A escrita do fogo e das cinzas do humano
Autor: Carmo, Carina Infante do
Data: Jan-2013
Editora: AJAGATO
Resumo: Manuel da Fonseca é na primeira hora neo-realista um dos escritores que mais rapidamente chegou ao apuro da escrita, comprovada na poesia, com Rosa dos Ventos (1940) e Planície (1941), e na narrativa, com Aldeia Nova (1942) e Cerromaior (1943). A colaboração em jornais e revistas (em particular em O Diabo), nos anos de 1938 e 1939, impulsionou a afirmação dessa sua obra inicial que investiu desde logo numa geografia sentimental privilegiada, o Alentejo.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.1/5821
Versão do Editor: http://www.gatosa.com/pdf/revista_cenas_14.pdf
Aparece nas colecções:FCH4-Vários

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Cena'sManuel da Fonseca.pdf260,73 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.