Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.1/601
Título: A dimensão ideológica em seara de vento, de Manuel da Fonseca e vidas secas, de Graciliano Ramos
Autor: Cruz, Lúcia da Conceição
Orientador: Petrov, Petar Dimitrov
Palavras-chave: Literatura portuguesa
Literatura brasileira
Litaratura comparada
Data de Defesa: 2008
Resumo: O Neo-Realismo português e o Romance Social brasileiro da década de 30 são dois movimentos literários baseados numa visão crítica da sociedade e na crença da literatura como forma de denunciar a injustiça social e a exploração do homem pelo homem. Estes dois movimentos literários baseiam-se numa ideologia marxista e na crença de que o homem pode modificar o seu destino e contribuir para a construção de uma sociedade justa. Em Seara de Vento e Vidas Secas os temas recorrentes são a opressão, a alienação, a violência e a injustiça social. Estes temas são tratados através das categorias narrativas do espaço físico e social e na forma como as personagens se inter-relacionam. Os narradores de ambos os romances defendem uma ideologia marxista, que surge expressa através das suas marcas de intrusão na narrativa e nas suas formas de ver o mundo.
Descrição: Dissertação de mest., Literatura, Faculdade de Ciências Humanas e Sociais, Univ. do Algarve, 2008
URI: http://hdl.handle.net/10400.1/601
Designação: Mestrado em Literatura. Especialização em Literatura Comparada
Aparece nas colecções:UA01-Teses

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
A dimensão ideológica em Seara de Vento de Manuel da Fonseca.pdf467,01 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.