Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.1/6062
Título: A francofilia neo-realista da Vértice no Pós-Guerra
Autor: Carmo, Carina Infante do
Palavras-chave: Neo-realismo
Campo cultural
Intelectual
Francofilia
Sociedade
Data: 2010
Editora: Universidade do Algarve
Resumo: Em tempos de Pós-Guerra e de crise do salazarismo, um número especial da revista Vértice dedicada à França, em Dezembro de 1946, dá-nos sinal do poder interventivo da frente cultural neo-realista, marcada pela adesão ao antifascismo e ao marxismo. Se a França é tomada como modelo pelo seu legado racionalista, revolucionário e de resistência ao nazismo, este número significa bem mais do que um gesto de francofilia: é uma afirmação no campo cultural (e, concomitantemente, no campo político) português e também uma demonstração do conflito ideológico que o neo-realismo sempre abrigou, desde os finais dos anos 30, sobre a criação artística e o papel do artista e do intelectual na sociedade.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.1/6062
ISBN: 9899641405
Aparece nas colecções:FCH3-Livros (ou partes, com ou sem arbitragem científica)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
FrancofiliaVértice.pdf3,06 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.