Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.1/6853
Título: Rede nacional de cuidados continuados integrados do Algarve: perspetiva dos familiares, utentes e profissionais de saúde
Autor: Duarte, António José Arsénio
Orientador: Nunes, Cristina
Palavras-chave: Psicologia
Toxicodependência
Familiares
Profissionais
Prestação de cuidados de saúde
Data de Defesa: 2014
Resumo: Conhecer as perspetivas dos utentes, familiares e profissionais da Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados (RNCCI) é de grande importância para delinear estratégias de melhoria da prestação de cuidados à população com dependência. Neste trabalho foram realizados 6 estudos com o objetivo de aprofundar o conhecimento sobre a RNCCI do Algarve, tendo sido incluídos 152 utentes, 37 profissionais, 211 Cuidadores Informais (CI). De modo geral, conclui-se que: 1) Os utentes das Unidades de Média Duração consideram a falta de suporte familiar e a perda de autonomia as razões do internamento e realçam a necessidade de ajuda de terceiros no domicílio, de melhoria da qualidade dos serviços e de alterações no domicílio adequadas à sua capacidade funcional. As redes de suporte social dos utentes das unidades da RNCCI são compostas maioritariamente por familiares. Os utentes apresentaram auto-perceção e satisfação com a saúde razoáveis estando a necessidade de suporte social negativamente associada algumas dimensões da Qualidade de Vida (QV). Os utentes apoiados pelas Equipas de Cuidados Domiciliários (ECCI) percecionaram maior necessidade e satisfação no apoio emocional. A satisfação com o suporte emocional correlaciona-se com melhor QV. 2) Os CI de utentes das unidades de internamento da RNCCI reportaram níveis satisfatórios de QV apesar de apresentarem níveis elevados de sobrecarga. Idade, sexo feminino, baixo nível socioeconómico, viver sozinho, maior duração dos cuidados prestados e cuidar do conjugue, associam-se com maior sobrecarga e pior QV. Os CI de utentes apoiados pelas ECCI reportaram níveis elevados de sobrecarga e pior QV quando prestam cuidados mais horas diárias e realizam esta tarefa há mais anos. 3) Os profissionais das Unidades de Longa Duração identificaram défices de respostas sociais adequadas às necessidades dos utentes, de ofertas de trabalho e de preparação académica; destacaram o bom ambiente de trabalho e a autonomia profissional.
Descrição: Tese de doutoramento, Psicologia, Universidade do Algarve, Faculdade de Ciências Humanas e Sociais, 2014
URI: http://hdl.handle.net/10400.1/6853
Designação: Doutoramento em Psicologia
Aparece nas colecções:UA01-Teses

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese António Duarte.pdf1,05 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.