Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.1/6856
Título: Traços psicopáticos em delinquentes juvenis: investigações sobre início na atividade criminal, etnicidade e género
Autor: Pechorro, Pedro Fernandes dos Santos
Orientador: Jesus, Saul
Nunes, Cristina
Palavras-chave: Psicopatologia
Criminalidade
Etnia
Género
Delinguência juvenil
Data de Defesa: 2013
Resumo: Na última década tem-se assistido a um enorme interesse a nível internacional pela psicopatia enquanto constructo aplicado a adolescentes e a crianças, que se tem vindo a revelar no notório aumento de artigos científicos publicados sobre o tema. A presente investigação teve por objetivos analisar a inter-relação existente entre traços psicopáticos e idade de início na atividade criminal, etnicidade e género em jovens portugueses. Os participantes foram rapazes e raparigas provenientes de amostras forenses (Centros Educativos do Ministério da Justiça) e de amostras escolares (escolas públicas da região da grande Lisboa), aos quais foram aplicados instrumentos psicométricos de medição de traços psicopáticos e de constructos relacionados. Os resultados confirmaram predominantemente as hipóteses inicialmente colocadas. Os rapazes e raparigas que se iniciaram precocemente na atividade criminal demonstraram níveis mais elevados de traços psicopáticos e de constructos relacionados (e.g., perturbação do comportamento). Os rapazes e raparigas pertencentes a etnias diversas não demonstraram diferenças significativas entre si relativamente aos traços psicopáticos. O constructo da psicopatia é aplicável às raparigas portuguesas em contexto forense e em contexto escolar. Independentemente da etnia ou do género, os traços psicopáticos tendem a estar significativamente associados a perturbação do comportamento, problemas comportamentais, comportamentos delituosos, gravidade dos crimes cometidos, idade de início da atividade criminal, idade do primeiro problema com a lei e idade da primeira detenção em Centro Educativo. A presente investigação fornece apoio adicional à literatura científica internacional que considera o constructo da psicopatia como universal e interculturalmente consistente.
Descrição: Tese de doutoramento, Psicologia, Universidade do Algarve, Faculdade de Ciências Humanas e Sociais, 2013
URI: http://hdl.handle.net/10400.1/6856
Designação: Doutoramento em Psicologia
Aparece nas colecções:UA01-Teses

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese doutoramento Traços psicopáticos em delinquentes juveni.pdf2,23 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.