Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.1/707
Título: A matemática no 1º Ciclo: um estudo em contexto de supervisão
Autor: Ferreira, Maria Fernanda Monteiro
Orientador: Simões, Helena Ralha
Palavras-chave: Teses
Ensino
Matemática
Aprendizagem
Relações interpessoais
Supervisão
Desenvolvimento pessoal
Desenvolvimento profissional
Data de Defesa: 2007
Resumo: O presente estudo centra-se nas relações interpessoais preconizadas, em contexto educativo, pelos professores e supervisandos e a influência que esta relação pode ter quando se perspectiva o ensino da Matemática. Neste sentido, enfatizam-se as relações estabelecidas pelos próprios professores face a esta disciplina de Matemática, a relação entre os alunos e a disciplina e ainda o trinómio Professor – Aluno – Matemática. Deste modo a iniciação no processo de ensino / aprendizagem da Matemática, a forma como os alunos aprendem e como o professor ensina, são abordados. Esta abordagem é feita em contexto supervisivo, tendo em conta o desenvolvimento psicológico da criança, designadamente ao nível e moral. Procura-se ainda estabelecer alguma relação entre a competência educativa e o sucesso educativo verificado em Matemática. Por se tratar de um estudo que, consideramos ser de tipo exploratório, este enquadra- se num contexto onde o desenho metodológico que melhor se adapta é o qualitativo, dado que esse estudo é por excelência um trabalho empírico circunscrito a um universo restrito pelo que se trata de uma amostra por conveniência e como tal não probabilística. Para a concretização do estudo recorremos à elaboração e / ou adaptação de vários instrumentos para a recolha dos dados a partir dos quais acedemos às representações dos professores, supervisandos e alunos acerca das concepções que têm acerca do processo de ensino e da aprendizagem da Matemática. Pretende-se com este conhecimento compreender o que pensam os intervenientes acerca deste processo e de que modo perspectivam as suas práticas para prevenir o sucesso educativo. Os resultados a que acedemos evidenciam claramente que o processo de ensino / aprendizagem deve assentar nas relações interpessoais que se estabelecem em contexto de sala de aula. A relação intrapessoal entre cada professor e a própria disciplina é também fundamental que seja positiva para que os alunos, para quem o professor é um “modelo”, consigam, de igual modo, estabelecer boas relações com os conteúdos a trabalhar, especificamente com a Matemática. De igual modo se acedeu às concepções que os alunos têm acerca da Matemática e da relação intrapessoal que vão desenvolvendo com a mesma.
Descrição: Dissertação mest., Supervisão - Ensino Básico, 1º Ciclo, Universidade do Algarve, 2007
URI: http://hdl.handle.net/10400.1/707
Designação: Mestrado em Supervisão. Especialização em Ensino Básico (1º Ciclo)
Aparece nas colecções:UA01-Teses



FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.