Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.1/781
Título: Preparação para o parto: promoção do bem-estar da parturiente através da preparação para o parto
Autor: Santos, Maria Úrsula Ramalho Carvalho dos
Orientador: Faria, Maria Cristina Campos de Sousa
Palavras-chave: Teses
Psicologia da saúde
Parto
Preparação
Bem-estar
Saúde
Data de Defesa: 2007
Resumo: O presente estudo foi concebido com o objectivo de investigar se a preparação para o parto poderá ter alguns contributos na forma como é vivido ou experienciado o trabalho de parto e parto. Pareceu-nos pertinente apresentar uma introdução acerca de cada um dos temas em estudo (bem-estar, ansiedade stresse, depressão, preparação para o parto e satisfação com a experiência de parto) tentando abordá-los quer individualmente, quer na sua vertente de relação uns com os outros. A amostra é composta por participantes do sexo feminino que se encontram no período pós-parto, e cuja média de idades situa-se no grupo etário dos 25-30 anos, às quais foi solicitado o preenchimento de um questionário de caracterização sócio-demográfico, questionário de saúde Geral (Goldberg 1978), Escala de avaliação da ansiedade, depressão e stress, EADS de Lovinbond, Escala de percepção subjectiva de satisfação materna no processo de maternidade, e o Questionário de bem estar na maternidade. Estes dois últimos instrumentos construídos por nós, e validados neste estudo. Alertamos para a importância de alguns resultados encontrados, tendo em conta as variáveis principais, nomeadamente, a frequência de programas de preparação para o parto diminui os níveis de ansiedade e depressão, e promove o bem-estar no processo de maternidade. A mesma frequência não interfere com os níveis de stresse, percepção de saúde geral e percepção subjectiva de satisfação na vivência de maternidade. Relativamente às variáveis secundárias, destacamos que são as mulheres primíparas e com maiores habilitações literárias que mais frequentam este tipo de programas. Independentemente da frequência ou não deste tipo de programas o processo de maternidade é considerado como uma experiência maravilhosa e complexa, única na vida de um casal.
Descrição: Dissertação mest., Psicologia, Universidade do Algarve, 2007
URI: http://hdl.handle.net/10400.1/781
Designação: Mestrado em Psicologia. Especialização em Psicologia da Saúde
Aparece nas colecções:UA01-Teses

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
tese - todos capitulos.pdf652,76 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.