Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.1/8177
Título: Gestão de resíduos de construção e demolição em Loulé (Algarve)
Autor: Henrique, Ricardo Miguel Santos
Orientador: Teixeira, Margarida Ribau
Palavras-chave: Resíduos de construção e demolição
Deposição ilegal
Gestão de RCD
Avaliação de Impactes Ambientais
Data de Defesa: 26-Jun-2015
Resumo: Os resíduos de construção e demolição (RCD) representam uma grande percentagem dos resíduos produzidos em todo o mundo, que leva a consequente deposição de forma ilegal em terrenos baldios, margens de ribeiras e caminhos pedestres, sendo estes os principais problemas associados a estes resíduos. Este trabalho tem como objetivos diagnosticar a situação da gestão de RCD no concelho de Loulé, prever e avaliar os impactes ambientais associados aos depósitos ilegais identificados e ainda apresentar propostas de gestão deste fluxo de resíduos a serem implementadas pela entidade municipal de Loulé. O diagnóstico contempla identificação dos operadores de RCD sedeados no Algarve, identificação e caracterização de locais onde são depositados RCD e estimativa dos RCD gerados no concelho. A metodologia deste trabalho passa pelo mapeamento em SIG dos operadores de RCD, pela identificação “in situ” e mapeamento dos depósitos ilegais verificados no concelhos, pela estimativa de RCD gerados no período de 2004 a 2012, de acordo com o método per capita, o método de índice específico de resíduo e com método de estimativa a partir dos resíduos urbanos gerados. O diagnóstico efetuado neste trabalho ao concelho de Loulé contemplou a identificação, caracterização e localização através de mapeamento em SIG de 10 principais locais de deposição de RCD, onde se salienta três locais enquadrados em áreas protegidas por estatutos nacionais e internacionais, como a Rede Natura 2000 e dois locais que apresentam um grande área afetada. Relativamente às estimativas efetuadas, salienta-se o valor de 79,7 kg/habitante.ano de RCD gerados no concelho de Loulé no ano de 2012, que se aproxima da produção média nacional de 92 kg/hab.ano. Os principais impactes previstos associados aos depósitos ilegais de RCD são a degradação da paisagem, a perturbação da fauna, a diminuição da permeabilização do solo, alterações físicas no escoamento superficial e a ocupação do uso de solo. Das propostas apresentadas salienta-se a sugestão da criação de um gabinete de apoio à implementação obrigatória de um SGA de gestão de RCD nas empresas do setor da construção civil, com o intuito de melhorar o desempenho da gestão destes resíduos e de evitar a sua deposição ilegal.
Descrição: Dissertação de Mestrado, Engenharia do Ambiente, Faculdade de Ciências e Tecnologia, Universidade do Algarve, 2015
URI: http://hdl.handle.net/10400.1/8177
Designação: Mestrado em Engenharia do Ambiente
Aparece nas colecções:FCT1-Teses
UA01-Teses

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Gestão de RCD em Loulé.pdf7,71 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.