Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.1/895
Título: A linguagem escrita no processo de transição entre a educação pré-escolar e o 1.º ciclo do ensino básico: representações de educadores e de professores
Autor: Horta, Maria Helena
Orientador: Reyes Santana, Manuel
Gonçalves, José Alberto Mendonça
Palavras-chave: Educação pré-escolar
1.º ciclo do ensino básico
Estratégias de transição entre ciclos educativos
Gestão curricular
Linguagem escrita
Data de Defesa: Dez-2010
Resumo: Estudos desenvolvidos por diferentes especialistas atestam da importância de que o processo de transição/articulação entre a educação pré-escolar e o 1.º ciclo da educação básica deve ser realizado de forma contínua e integrada. As transições entre os diferentes níveis de ensino são sempre momentos marcantes na vida social das crianças/alunos, das famílias e dos educadores/professores que lhes assistem, assim como pontos delicados na morfologia dos sistemas educativos. O peso da instituição de educação pré-escolar, quer queiramos, quer não, é diferente do da escola do 1.º ciclo e o facto das crianças se verem confrontadas com novos problemas e desafios cada vez mais complexos, com a responsabilidade de terem de aprender um conjunto de conteúdos condensados no tempo e com o esforço que lhes é exigido na aprendizagem da escrita e da leitura (Ballús, 2010; Rodrigues, 2005; Serra, 2004), poderão fazer com que este processo nem sempre seja fácil e pacífico. No presente estudo, de natureza qualitativo-interpretativa, tentámos compreender as concepções sobre o processo de transição/articulação da educação préescolar para o 1.º ciclo do ensino básico, por parte de educadoras e de professoras que fazem parte de agrupamentos de escolas comuns. Eram igualmente nossos objetivos identificar as principais estratégias de transição invocadas pelas educadoras e professoras, como sendo facilitadoras da continuidade educativa, bem como conhecer as suas posições relativamente ao papel que atribuem à abordagem da linguagem escrita, realizada na educação pré-escolar, no processo de transição/articulação para o 1.º ciclo. Em síntese, o estudo indica-nos que o desconhecimento mútuo dos planos curriculares se afigura como uma das causas para as dificuldades de coordenação entre os dois níveis educativos, o que dificulta o sucesso da ação desenvolvida na educação pré-escolar, ao nível da aprendizagem futura da escrita e da leitura.
Descrição: Dissertação de mestrado, Universidade de Huelva, Departamento de Educação, especialidade de Ciências da Educação, mestrado em Educación Intercultural.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.1/895
Aparece nas colecções:ESE1-Teses

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TESINA.pdf900,52 kBAdobe PDFVer/Abrir
ANEXOS.pdf829,86 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.