Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.1/1273
Título: Um apontamento sobre o provérbio na literatura portuguesa: a carta guia de casados de D. Francisco Manuel de Mello
Autor: Chacoto, Lucília
Data: 1996
Editora: Centro de Estudos Ataíde Oliveira. Universidade do Algarve
Resumo: Os provérbios têm sido alvo de numerosos estudos semânticos, pragmáticos e etnológicos, entre outros. Procedendo em geral a análises de carácter linguístico, pretendemos tão somente, neste pequeno trabalho, abordar a função do provérbio na literatura portuguesa. Sendo os provérbios veiculados sobretudo através da língua falada, integrando, por conseguinte, a literatura oral de um povo, não deixam, contudo, de ser utilizados pelos escritores que, às suas obras, desejam conferir um cariz mais popular. O provérbio contribui igualmente para aumentar a autenticidade do texto, devido ao seu valor dogmático: texto anónimo, saber e pertença de um colectivo, ele não pode ser posto em causa. E, também por isso, é citado — ao ilustrar o seu discurso com o provérbio, que detém uma função analógica, o escritor “esconde-se”, defendendo e reforçando simultaneamente o que afirmou.
Peer review: no
URI: http://hdl.handle.net/10400.1/1273
Aparece nas colecções:ELO-N02

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ELO-02-06-LC.pdf795 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.