Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.1/2020
Registo completo
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.authorLopes, Ana Cristina M.-
dc.date.accessioned2012-12-13T18:13:02Z-
dc.date.available2012-12-13T18:13:02Z-
dc.date.issued1998-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10400.1/2020-
dc.description.abstractEste trabalho pretende contribuir para o estudo das funções discursivas do provérbio inserido em textos da imprensa portuguesa contemporânea. Assim, o provérbio funciona frequentemente como peça de um esquema argumentativo, quer como argumento a favor de uma tese, quer como justificação de uma conclusão. Noutros contextos, o provérbio funciona como comentário avaliativo por parte do jornalista. Detectou-se ainda uma função macro-discursiva ou de organização textual: em títulos e sub-títulos prevalece a função de resumo catafórico do texto subsequente; no final do artigo ou da crónica, o provérbio funciona dominantemente como remate conclusivo ou sumário anafórico do texto anterior.-
dc.language.isoporpor
dc.publisherCentro de Estudos Ataíde Oliveirapor
dc.rightsopenAccesspor
dc.titleFunções discursivas do provérbio em textos de imprensapor
dc.typearticlepor
degois.publication.issue4por
degois.publication.firstPage115por
degois.publication.lastPage126por
degois.publication.locationFaropor
degois.publication.titleE.L.O.: Estudos de Literatura Oralpor
dc.peerreviewednopor
Aparece nas colecções:ELO-N04

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
lopes.pdf2,91 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.