Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.1/3179
Registo completo
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorNunes, Luís Miguel-
dc.contributor.authorSousa, João Filipe Raimundo Morais Gouveia de-
dc.date.accessioned2013-11-29T17:50:51Z-
dc.date.available2013-11-29T17:50:51Z-
dc.date.issued2011-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10400.1/3179-
dc.descriptionDissertação de mest., Engenharia do Ambiente (Saúde e Ambiente), Faculdade de Ciências e Tecnologia, Univ. do Algarve, 2011por
dc.description.abstractNos nossos dias existe uma crescente preocupação quanto à preservação ambiental, de modo que se vai notando cada vez mais, a nível público e privado, uma maior preocupação e sensibilização nesta matéria, resultando muitas vezes numa melhoria da imagem das empresas que investem neste campo, bem como na qualidade dos seus serviços. Este é precisamente o caso da ANA, SA, que procura contribuir para o mesmo propósito através da recente implementação/certificação do SGI. O AFR é essencialmente um aeroporto com tráfego predominantemente de lazer, de forte carácter sazonal, tendo registado um total de 43809 LTO em 2007. Foi neste âmbito que surgiu a oportunidade de desenvolvimento deste trabalho no Aeroporto Internacional de Faro, sob a forma de estágio e no âmbito da Dissertação de Mestrado de Engenharia do Ambiente, especialização em Saúde e Ambiente da Universidade do Algarve. Pretendeu-se quantificar as emissões de contaminantes atmosféricos no lado Ar do AFR, recorrendo a dois métodos distintos: a) através de modelação das emissões provenientes das principais fontes de contaminação; b) através de amostragem de circulação de viaturas de apoio. Procurou-se estabelecer uma análise comparativa das emissões totais, tendo como objectivo principal a avaliação da importância do papel das viaturas/equipamentos de apoio às aeronaves, no mapa geral de emissões. De acordo com os resultados obtidos, foi possível verificar que as aeronaves constituem a principal fonte de emissão para todos os contaminantes, à excepção do CO. No que toca particularmente às viaturas, as emissões quantificadas através do método de amostragem são inferiores às emissões modeladas. Esta quantificação constitui o passo fundamental para a avaliação de risco de saúde humana, em ambientes de exposição laboral. Deste modo, a metodologia desenvolvida representa uma ferramenta de trabalho para análises futuras no âmbito da avaliação da qualidade do ar no Aeroporto Internacional de Faro.por
dc.language.isoporpor
dc.rightsclosedAccesspor
dc.subjectANA, SApor
dc.subjectAeroporto Internacional de Faropor
dc.subjectDissertação de mestradopor
dc.subjectEmissões atmosféricaspor
dc.subjectAmostragempor
dc.subjectViaturas/equipamentos de apoiopor
dc.subjectModelação atmosféricapor
dc.subjectAvaliação de risco de saúdepor
dc.titleQuantificação das emissões atmosféricas no aeroporto internacional de Faropor
dc.typemasterThesispor
dc.peerreviewedyespor
thesis.degree.grantorUniversidade do Algarve. Faculdade de Ciências e Tecnologiapor
thesis.degree.levelMestrepor
thesis.degree.nameMestrado em Engenharia do Ambiente. Saúde e Ambientepor
Aparece nas colecções:UA01-Teses

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese_JS_Final.pdf9,45 MBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.