Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.1/3658
Título: Intrapessoalidade, interpessoalidade e resiliência
Autor: Almeida, H.
Palavras-chave: Intrapessoalidade
Interpessoalidade
Resiliência
Data: 2001
Editora: Universidade do Algarve
Resumo: A noção de desenvolvimento humano exige, necessariamente a presença de fatores de proteção bem estabelecidos na infância e na adolescência, pelo que não podemos dissociar “desenvolvimento” de “experiência”, “vivência” e “maturidade”. Nesta perspetiva, a pessoa deve ser concebida à luz de um projeto, que se vai construindo e edificando graças à sua capacidade e flexibilidade para se desenvolver. A dimensão afetiva, cognitiva e a eficácia na gestão dos mediadores internos afirmam a unicidade, um dos eixos principais das relações pessoais. A unicidade e a sociabilidade definem a ação humana que permite gerar relações intrapessoais e relações interpessoais. As relações interpessoais devem ser concebidas à luz duma dimensão transdimensional e numa dinâmica do psiquismo humano, na sua vertente consciente e inconsciente. O corte de diálogo pessoal/interpessoal expressa-se através do sintoma. Neste contexto a formação deve assumir-se numa dimensão multicultural, na qual, a pessoa se vai desenvolvendo, agindo e interagindo nesta multiculturalidade. A multiculturalidade conduz-nos à atmosfera facilitadora e edificadora de todo o projeto que é o projeto de desenvolvimento pessoal e interpessoal do ser humano.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.1/3658
Aparece nas colecções:FEC2-Artigos (em revistas ou actas indexadas)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Intrapessoalidade, interpessoalidade e resiliência.pdf2,58 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.