Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.1/6938
Título: A população portuguesa e a percepção de risco
Autor: Figueiredo, Luciano dos Santos Pereira
Orientador: Gonçalves, Gabriela
Palavras-chave: Psicologia das organizações
Riscos
Perceção
População portuguesa
Género
Análise de dados
Data de Defesa: 2012
Resumo: A percepção de risco é um fenómeno que tem vindo a ser muito estudado por vários investigadores de diversas áreas do conhecimento científico pois este assume um papel crucial na prevenção, gestão e intervenção de riscos. O fenómeno referido consiste numa avaliação subjectiva do risco (nível da probabilidade de ocorrência, gravidade pessoal e impacto social) que é associada a um determindao ambiente (Plapp, 2001). Esta avaliação resulta de factores cognitivos, de personalidade, situacionais e contextuais e têm implicações no comportamento a adaptar pelo indivíduo. A presente investigação pretende compreender de que forma a população portuguesa percepciona um conjunto alargado de 145 riscos, de várias tipologias (acidentes/laborais, ambientais, saúde, sociais). Foram realizados dois estudos: o primeiro para descrever como são percepcionados os riscos em estudo e de que modo o género sexual dos participantes influencia a sua resposta, e o segundo estudo de carácter exploratório que pretende ser um ponto de partida para a criação de uma escala. O primeiro estudo foi dividido em quatro momentos de acordo com as tipologias de risco e contou com a participação de um total de 442 participantes. O segundo estudo baseouse numa amostra artificial criada através dos dados recolhidos no primeiro estudo. Os resultados obtidos no primeiro estudo permitiram perceber alguns padrões ao nível da percepção de risco nomeadamente ao nível do género sexual, sendo as mulheres mais pessimistas que os homens na generalidade das tipologias de risco. O segundo estudo aponta para a existência de 11 componentes no conjunto dos 145 riscos.
Descrição: Dissertação de mestrado, Psicologia Social e das Organizações, Faculdade de Ciências Humanas e Sociais, Universidade do Algarve, 2012
URI: http://hdl.handle.net/10400.1/6938
Designação: Mestrado em Psicologia Social e das Organizações
Aparece nas colecções:FCH1-Teses
UA01-Teses

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese.pdf1,34 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.