Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.1/7043
Título: Gestão racional da aquisição de medicamentos e outros produtos farmacêuticos na farmácia hospitalar
Autor: Estêvão, David Luís
Orientador: Martins, Carminda
Miguel, Maria Graça
Palavras-chave: Ciências farmacêuticas
Gestão de stocks
Medicamentos
Aquisição
Contratação pública
Concursos
Procedimentos
Data de Defesa: 2013
Resumo: A farmácia hospitalar tem como objetivo primordial garantir o uso seguro e racional dos medicamentos e outros produtos farmacêuticos. As terapêuticas disponíveis a nível hospitalar devem restringir-se às constantes no formulário hospitalar nacional de medicamentos e respetivas adendas privadas de cada hospital, elaboradas pela comissão de farmácia e terapêutica. O farmacêutico hospitalar é responsável pela gestão de stocks. Esta é uma atividade fundamental que consiste em manter o nível adequado para cada artigo de forma a suprir futuras necessidades de consumo. As flutuações significativas e os elevados graus de incerteza, constituem fatores críticos na gestão de stocks. Desta forma, podem ser utilizados métodos que permitem analisar o comportamento variável de cada medicamento ou produto farmacêutico, como por exemplo, as previsões baseadas em médias móveis ou médias ponderadas e a regressão linear. Podem ser também utilizadas no processo decisivo estratégias para o controlo dos gastos com stocks, nomeadamente o ponto de encomenda, a análise ABC, a análise de criticidade XYZ ou o lote económico de compras. A gestão de stocks assume, sobretudo no contexto atual de restrições orçamentais, um papel estratégico e fundamental para o controlo da despesa através do processo negocial da contratação pública. A contratação pública rege-se pelo código dos contratos públicos, encontram-se previstos os seguintes tipos de procedimentos: ajuste direto, concurso público, concurso limitado por prévia qualificação, negociação e diálogo concorrencial. O procedimento a adotar depende, entre outros, de critérios materiais, do valor económico ou da urgência na aquisição dos bens. Pretende-se com a elaboração da presente dissertação abordar as principais metodologias inerentes à gestão de stocks, bem como a gestão das aquisições de medicamentos e outros produtos farmacêuticos, fundamentais para o exercício farmacêutico em contexto hospitalar. O farmacêutico deve ser dotado de capacidades que permitam efetuar uma gestão de stocks, a qual está implícita numa gestão eficiente das aquisições. Para tal deve conhecer, desenvolver e aplicar todos os processos e metodologias inerentes a estas atividades.
Descrição: Dissertação de mestrado, Ciências Farmacêuticas, Faculdade de Ciências e Tecnologia, Universidade do Algarve, 2013
URI: http://hdl.handle.net/10400.1/7043
Designação: Mestrado em Ciências Farmacêuticas
Aparece nas colecções:FCT1-Teses
UA01-Teses

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Gestão Racional da Aquisição.pdf5,65 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.