Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.1/7068
Título: Estudo de adaptação e validação de duas escalas de avaliação da dimensão emocional
Autor: Ameixa, Germana Maria da Silva
Orientador: Vieira, Luís Sérgio
Palavras-chave: Psicologia educacional
Psicologia positiva
Emoções
Avaliação
Instrumentos
Validação
Data de Defesa: 2013
Resumo: Com a emergência da Psicologia Positiva os estudos empíricos e as investigações científicas sobre as emoções ganharam um novo foco. Neste novo campo de investigação multiplicaram-se os estudos que pretendem aprofundar o conhecimento das emoções, do papel que estas desempenham no processo de desenvolvimento infantil e do seu impacto nas atitudes e comportamentos. É neste contexto que surge a necessidade de se desenvolverem medidas de avaliação das emoções para crianças e jovens, cientificamente válidas e, preferencialmente, de rápida e fácil administração. Pretende-se com a presente dissertação, enquadrada neste novo paradigma da Psicologia, contribuir para aquele fim, adaptando e validando duas escalas para a população portuguesa: a Feelings, Attitudes and Behaviors Scale for Children (FAB-C) e a Escala de Afeto Positivo e Negativo para Crianças (EAPNC). A amostra do estudo é constituída por 213 alunos do 2.º e 3.º ciclos do ensino básico do Agrupamento de Escolas Professor Paula Nogueira em Olhão, dos quais 52.1% (N=111) pertenciam ao género masculino e 47.9% (N=102) ao género feminino. As idades oscilaram entre os 9 e os 14 anos, sendo a média das idades de 11.48 anos (DP=1.17). Os resultados da análise fatorial exploratória, realizada no estudo de validação da FAB-C, replicaram a estrutura original explicando cerca de 38% da variância total, tendo o índice de adequação KMO apresentado um valor de 0.70. A análise da consistência interna da estrutura multidimensional obtida evidenciou valores de alpha que variaram entre a=.52 e a=.75 para as subescalas e a=.71 para a escala total. Os resultados da análise fatorial exploratória, efetuada no estudo de validação da EAPNC, confirmaram a estrutura bidimensional da escala original explicando cerca de 37% da variância total e o índice de adequação de KMO apresentou um valor de 0.85, tendo o coeficiente de fidelidade de Alpha de Cronbach evidenciado valores de a=.85 e α=.86 para o primeiro e segundo fator respetivamente e a=.81 para a escala total. Face aos resultados verificados, pode-se inferir que as escalas apresentam boas propriedades psicométricas para serem utilizadas na população escolar ao nível do 2.º e 3.º ciclos do ensino básico.
URI: http://hdl.handle.net/10400.1/7068
Designação: Mestrado em Psicologia da Educação
Aparece nas colecções:FCH1-Teses
UA01-Teses

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese final_imprimir.pdf911,16 kBAdobe PDFVer/Abrir
Consentimento Informado e Autorização Germana.pdf134,62 kBAdobe PDFVer/Abrir
Escala de Afeto.pdf49,65 kBAdobe PDFVer/Abrir
ESCALA DE EMOÇÕES.pdf50,53 kBAdobe PDFVer/Abrir
Questionário.pdf147,96 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.