Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.1/226
Título: Ecologia e demografia de uma população de águia de Bonelli Aquila Fasciata em meio florestal
Autor: Palma, Luís Manuel Abecasis
Orientador: Fonseca, Luís Cancela da
Palmeirim, Jorge
Palavras-chave: Aves de rapina
Habitat
Águia de Borelli
Aquila Fasciata
Data de Defesa: 2008
Resumo: A presente tese tem como objecto a população de Aquila fasciata do Sudoeste Serrano português, caracterizada pela nidificação exclusivamente arborícola, encontrar-se em acentuada expansão e apresentar marcada divergência genética em relação às populações ibéricas vizinhas. Pretendeu-se contribuir para uma base científica de uma estratégia de conservação, tendo como objectivos específicos: a) conhecer a ecologia alimentar da população, b) estudar a selecção de habitat de uma presa fundamental, o coelho-bravo; c) avaliar os níveis de contaminação ambiental da população; d) desenvolver métodos expeditos de sexagem de juvenis; e) rastrear agentes infecciosos potencialmente letais e f) avaliar metodologias de análise demográfica. No respeitante à dieta da população, constatou-se um elevado consumo de presas domésticas, sobretudo pombos rurais, em especial no início da época reprodutiva. Ao longo da reprodução, o coelho-bravo, a perdiz, o gaio e outras aves selvagens adquirem progressivamente maior importância. A selecção entre pombos e coelhos é inversamente denso-dependente, sendo o pombo rural uma presa complementar aos coelhos e perdizes e não unicamente uma presa alternativa em situação de escassez destes. O estudo da selecção de habitat do coelho-bravo mostrou que prefere estevais de densidade intemédia, por fornecerem simultaneamente abrigo contra predadores e recursos alimentares nos estratos herbáceo e arbustivo. O estudo dos níveis de mercúrio na população evidenciou uma forte variação espacial, indiciando uma fonte poluidora em Sines. Desenvolveram-se dois métodos expeditos de sexagem morfométrica, validados por métodos moleculares, os quais permitem comprovar a sexagem em aves subnutridas. Esta ocorrência está associada à elevada prevalência de tricomoníase, potencialmente letal em juvenis nidícolas, devido à frequente ingestão de pombos rurais infectados. A análise dos parâmetros demográficos mostrou não ser possível inferir qualquer padrão de fecundidade denso-dependente na população estudada. Considerar apenas os dois mecanismos usualmente utilizados para explicar a fecundidade densodependente em populações naturais pode não ser o mais adequado.
Descrição: Tese de dout., Ecologia, Faculdade de Ciências do Mar e do Ambiente, Universidade do Algarve, 2008
URI: http://hdl.handle.net/10400.1/226
Designação: Doutoramento em Ecologia. Ecologia das Populações
Aparece nas colecções:UA01-Teses



FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.