Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.1/7432
Título: O projecto de conservação das galeotas reais portuguesas:um desafio para a museologia contemporânea
Autor: Querol, Lorena Sancho
Data: 2009
Editora: Universidade do Algarve, FCHS
Resumo: A Colecção de Galeotas Reais portuguesas é formada por seis embarcações que estão expostas ao público no Museu de Marinha de Lisboa. São conhecidas, vulgarmente, pelo nome ou pelo cargo de quem mandou construí-las, com excepção do Bergantim Real – também conhecido como Galeota Real – que foi encomendado, em 1780, pela Rainha Dona Maria I. Das restantes galeotas que constituem esta colecção, quatro foram construídas no século XVIII: Galeota de D. João V, de D. José I, de D. Carlota Joaquina e do Inspector da Alfândega de Lisboa. O sexto exemplar provém já do século XIX, e é designado como Galeota de D. Miguel, tendo sido mandado construir por este monarca no ano de 1831. Todas estas embarcações foram construídas com o objectivo de transportar a família real portuguesa, bem como os seus homólogos europeus, em trajectos curtos ao longo do rio Tejo ou dos seus navios e iates até terra firme, durante as visitas oficiais à capital portuguesa. Como colecção, sabemos que constitui um exemplo de Património Marítimo único no mundo; como realidade museológica, possuem o dom de encantar todo aquele que se aproxima com a sua majestosa presença, com o seu aroma a memória e passado e com as suas cativantes formas, desgastadas pelo tempo.
Peer review: no
URI: http://hdl.handle.net/10400.1/7432
ISSN: 1645-8052
Aparece nas colecções:PMT-N0708

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
13LQueirol.pdf7,59 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.