Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.1/3557
Título: Otimismo, bem-estar psicológico e estratégias de coping em desempregados
Autor: Giebels, Paula Cristina Agostinho
Orientador: Vieira, Luís Sérgio
Palavras-chave: Psicologia da saúde
Psicologia clínica
Bem estar
Coping
Estratégia
Otimismo
Desemprego
Data de Defesa: 2013
Resumo: O trabalho ocupa desde os tempos primórdios um lugar de primazia na vida dos homens proporcionando os meios para a sua subsistência e a atual crise económica influencia significativamente o aumento do desemprego privando os sujeitos dos benefícios de exercerem uma atividade laboral. O objetivo deste estudo visa analisar o grau de otimismo, as estratégias de coping utilizadas para uma adaptação mais adequada a circunstâncias adversas e de bem-estar psicológico em indivíduos desempregados. Os dados foram recolhidos a partir de uma amostra constituída por 65 participantes (25 homens e 40 mulheres). Os resultados obtidos revelaram que, apesar da situação desafiadora que representa o desemprego, os valores de otimismo e bem-estar psicológico mantêm-se acima do valor médio da amplitude teórica. A estratégia de coping mais adotada por estes indivíduos foi o planeamento e a menos popular foi o uso de substâncias.
Descrição: Dissertação de mest., Psicologia Clínica e da Saúde, Faculdade de Ciências Humanas e Sociais, Univ. do Algarve, 2013
URI: http://hdl.handle.net/10400.1/3557
Aparece nas colecções:FCH1-Teses
UA01-Teses

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Capa.pdf86,08 kBAdobe PDFVer/Abrir
Tese - Enquadramento teórico 2.pdf864,5 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.