Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.1/341
Título: Avaliação da acumulação de organismos (biofouling) em painéis de recrutamento de PVC e eficiência de materiais não tóxicos em redes numa aquacultura de ostras (Sagres)
Autor: Fragoso, Bruno
Orientador: Icely, John
Serrão, Ester
Palavras-chave: Teses
Biologia marinha
Poluição
Afloramento
Data de Defesa: 2007
Resumo: A acumulação indesejada de organismos em estruturas colocadas pelo homem no ambiente aquático, provoca problemas técnicos e económicos, especialmente na indústria da aquacultura. A acumulação de organismos na aquacultura de ostras em Sagres, foi avaliada através de duas experiências baseadas no Projecto CRAB, financiado pela EU. Parâmetros ambientais, como a temperatura, salinidade, profundidade de Secchi e clorofila-a, foram registados. O recrutamento mensal foi avaliado através da colocação mensal de painéis de PVC. O desenvolvimento da sucessão foi observado mensalmente sobre painéis, ao longo de 2 anos de imersão. Mensalmente os painéis foram fotografados, o peso e a espessura registados. Amostras de 5cm2 da superfície dos painéis foram recolhidas, para identificação dos organismos no final da imersão, para o recrutamento mensal e para a sucessão. A temperatura foi geralmente mais baixa durante períodos de vento Norte e mais quente com ventos oriundos de Sul. Concentrações de clorofila-a mais elevadas ocorreram durante períodos de temperaturas baixas e profundidades de Secchi reduzidas, indicando a ocorrência de afloramento costeiro. No recrutamento mensal, o peso e a espessura, registaram os valores mais elevados entre Maio e Agosto de 2005. Para a sucessão, o peso e a espessura registaram os valores mais elevados entre Junho e Outubro 2005. Os organismos identificados foram algas castanhas da família Ectocarpaceae, algas verdes (Ulva), algas vermelhas (Ceramium), hidrozoários, briozoários, cirrípedes (Balanus perforatus) e serpulídeos (Pomatoceros triqueter). Coberturas não tóxicas de silicone e microfibras em redes, foram usadas para redução da acumulação de organismos. Após o período de imersão na aquacultura, mediram-se as áreas da malha das redes, através de fotografias digitais. A cobertura de silicone mostrou uma menor colmatação das malhas, comparativamente aos controlos, o efeito da rede com microfibras foi menos significativo. Este estudo foi incluído no manual “ European Best Practice in Aquaculture Biofouling, 2007” do projecto CRAB.
Descrição: Dissertação mest., Biologia Marinha, Universidade do Algarve, 2007
URI: http://hdl.handle.net/10400.1/341
Designação: Mestrado em Biologia Marinha
Aparece nas colecções:UA01-Teses
CIM1-Teses

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Fragoso.B(2007).pdf3,01 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.